25.9 C
Mossoró
quarta-feira, 21 de fevereiro, 2024
Por Vonúvio Praxedes
quarta-feira; 21 fevereiro - 2024

Senador Styvenson arrumou as malas e deve ir para o PP

O anúncio foi feito por Styvenson em entrevista durante a posse do senador Rogério Marinho como presidente do PL-RN

PUBLICIDADEspot_img

De saída do Podemos, o senador Styvenson Valentim está organizando sua bagagem para mudança partidária. Anunciou nessa segunda-feira (3/07) que sua migração para o Partido Progressista (PP) está quase definida. Segundo ele, faltam apenas alguns detalhes que serão tratados com o presidente nacional de sigla, o senador Ciro Nogueira (PP-PI).

“Quarta-feira agora eu tenho quase certeza que estou indo para o PP. Ainda não está decidido, preciso ajustar alguns pontos com Ciro Nogueira, que é presidente nacional do Partido”, disse o senador potiguar.

Ainda segundo Styvenson, o assunto já foi discutido localmente com o atual presidente do PP no RN, o ex-deputado federal Beto Rosado, que deverá deixar o comando da sigla no Estado. A conversa também já foi estendida a alguns prefeitos, que deverão se filiar ao PP-RN.

O anúncio foi feito por Styvenson em entrevista durante a posse do senador Rogério Marinho como presidente do PL-RN, nesta segunda-feira 3, no Hotel Holiday Inn. Valentim afirmou que o fato de ele estar presente à solenidade evidencia sua mudança de comportamento político anunciada no final do ano passado.

Leia também: Senador Rogério Marinho assume PL no RN com novos Prefeitos filiados

Essa nova fase política de Styvenson começou logo após as eleições para o Governo do RN em 2022, quando Styvenson ficou em terceiro lugar na disputa, atrás da governadora eleita Fátima Bezerra e do então candidato Fábio Dantas.

O parlamentar fez uma campanha resumida às redes sociais, não usou material impresso, como santinhos e cartazes, nem fez uso de fundo partidário, fundo eleitoral e tempo de rádio e TV. Após o resultado negativo, ele anunciou que iria mudar politicamente e buscaria competir nas próximas eleições com as “mesmas armas” que os outros políticos utilizam.

“Essa mudança inclui sim uma busca por um partido que tenha tempo de TV, fundo eleitoral, fundo partidário para poder competir com igualdade com os outros candidatos”, disse nesta segunda-feira 3 o senador.

Ele também confirmou que a presença dele no evento do PL pode indicar uma possível aliança para as próximas eleições. “Pode [significar uma aliança], o fato de eu ter mudado, muda também nesse aspecto, muda essa proximidade. Política não se faz só, eu passei a vida toda ouvindo isso”, destacou.

Styvenson prefere o PP

Na avaliação do próprio Styvenson, o PP é um “partido maior” do que sua sigla atual, o Podemos, e dará ao parlamentar condições de disputar em pé de igualdade com outros concorrentes nas próximas campanhas.

O Podemos, partido atual de Styvenson, anunciou na última sexta-feira 30 a nova configuração da gestão executiva do partido. Uma das principais mudanças é a nomeação do advogado Gladyer Godeiro, que assume a presidência da legenda no Estado potiguar. O advogado é o atual chefe de gabinete do deputado federal General Girão (PL).

Via Agora RN

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS