30 C
Mossoró
sábado, 20 de julho, 2024
Por Vonúvio Praxedes
sábado; 20 julho - 2024

Prefeitura de Mossoró supera meta de vacinação contra a febre aftosa

A Secretaria de Agricultura ainda vai realizar a repescagem para aqueles produtores rurais que ainda não conseguiram vacinar seu rebanho

Durante este mês de maio, a Prefeitura de Mossoró percorre dezenas de comunidades rurais para vacinar os animais na Campanha Nacional de Vacinação contra a Febre Aftosa. Levantamento da Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (Seadru) mostra que a estimativa de animais vacinados nesta primeira etapa está acima do esperado.

Durante a campanha de vacinação, que teve início no dia 2 de maio, foram imunizados 4.719 animais. A expectativa era vacinar 4.500. Oficialmente, o calendário de visitas encerrou nesta quinta-feira (25). Nesta etapa, foram vacinados bovinos de todas as idades.

“Estamos com o quantitativo acima da expectativa. Este é o sinal que a Prefeitura de Mossoró conseguiu atender toda a zona rural. Ficamos satisfeitos em atingir esse número de animais vacinados”, destacou o titular da Seadru, Faviano Moreira.

Ele explica que a Secretaria de Agricultura realizará a repescagem para aqueles produtores rurais que ainda não conseguiram vacinar seu rebanho. “Oficialmente o calendário de visitas terminou na quinta-feira (25). Até o fim do mês vamos realizar a repescagem para aqueles produtores que não puderam vacinar seus rebanhos no dia programado por algum motivo”.

O calendário será publicado brevemente pela Seadru. A vacinação é obrigatória. A Prefeitura de Mossoró fornece a vacina e o vacinador. “Ainda temos algumas comunidades para refazer a rota, para atender aqueles produtores que ficaram na lista de repescagem. Com isso a gente espera chegar na casa dos 5 mil animais vacinados na primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa”, frisou Aluísio Sousa, médico veterinário da Secretaria de Agricultura.

A Seadru explica que agricultores familiares com rebanho de até 25 cabeças de gado e que estejam com o cadastro sanitário da propriedade em dia no Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Rio Grande do Norte (Idiarn) estão aptos a participar da campanha.

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS