26 C
Mossoró
terça-feira, 5 de dezembro, 2023
Por Vonúvio Praxedes
terça-feira; 5 dezembro - 2023

Alunos da Rede Municipal de Mossoró se encantam com a Feira do Livro

Prefeitura investe mais de R$ 150 mil na FLM

PUBLICIDADEspot_img

A participação dos alunos da Rede Municipal de Ensino na 17ª Feira do Livro de Mossoró (FLM) é um dos principais destaques do evento. Com o apoio do Poder Executivo local, as escolas e Unidades de Educação Infantil (UEIs) têm levado seus estudantes ao Campus Central da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). A experiência tem encantado as crianças e os adolescentes, tanto da zona urbana quanto da zona rural.

Alunas da Escola Municipal Jerônimo Rosado, localizada na comunidade do Piquiri, Maria Clara e Wigna Sophia prestigiaram a Feira do Livro pela primeira vez e ressaltaram a importância da experiência. “É muito bom estar aqui. É uma experiência nova. Quero conhecer muitos livros. Gosto muito de obras de suspense”, afirmou Maria Clara. “Eu gosto de estar reunida com todos os alunos para ver livros novos, para conhecer novos gêneros e as indicações de várias pessoas”, acrescentou Wigna Sophia.

Estande da Feira do Livro de Mossoró – foto: Foto: Allan Phablo (Secom/PMM)

Da Escola Municipal Dr. José Gonçalves, instalada na comunidade São João da Várzea, o aluno Vitor Pablo também visitou a FLM pela primeira vez. “Achei bem legal a iniciativa da Prefeitura de Mossoró. É um lugar incrível. Gosto de ler livros de empreendedores”, comentou. Também da comunidade de São João da Várzea, Lívia Nathany classificou a visita à feira como uma aula diferente. “Eu gosto bastante de ler e acho bem importante esse tipo de passeio, essa aula de campo. É bem diferente, a gente precisa desse tipo de passeio”, disse.

A feira é um espaço também para estimular o surgimento de novos autores, talentos que começam a ser evidenciados a partir de agora. É o caso, por exemplo, da estudante Jafanny Safira, da Escola Municipal Dr. José Gonçalves, que já escreve poemas. “Eu nunca tinha vindo à Feira do Livro, mas estou achando muito legal. Eu gosto de poesia, porque eu faço poema. Estava olhando os livros de Bráulio Bessa, um poeta que me inspira muito”.

O professor Helyab Lucena, da Escola Municipal Vereador José Bernardo, comunidade Passagem de Pedra, acompanhou seus alunos na visita à feira na tarde desta quinta-feira (3), reforçando o impacto positivo que essa experiência oferece aos estudantes. “Trazer os alunos para esse espaço não é só limitar apenas a ir às salas e perceber o que está posto pelas livrarias e editoras, é também trazer o aluno para a questão do social, para a formação leitora, e, principalmente, para a leitura literária destinada ao público infanto-juvenil”, frisou.

A supervisora Valdilene Leão, da Escola Municipal Cornélio Barbalho, localizada na comunidade Riacho Grande, pontuou a alegria das crianças em estarem presentes na feira. “É de suma importância as crianças estarem em um evento como esse, tendo contato com livros de diversas modalidades, e principalmente as crianças da zona rural. Para elas, esse universo é um pouco novo”, comentou.

Prefeitura investe mais de R$ 150 mil na FLM

A Prefeitura de Mossoró, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), está investindo mais de R$ 150 mil no evento, possibilitando que todas as unidades de ensino da Rede adquiram obras literárias e materiais didático-pedagógicos. Também estão sendo adquiridos, pelo Município, exemplares para o acervo da Biblioteca Ney Pontes Duarte.

Diretora da Escola Municipal Sindicalista Antônio Inácio, Josiane Feliciano fala sobre a importância da aquisição do material para a unidade de ensino e o processo de desenvolvimento dos alunos. “São livros, materiais didático-pedagógicos, jogos educativos que serão utilizados por todas as crianças, atendendo também os alunos com necessidades educacionais especiais. Foi uma aquisição muito boa, rica, e que vai melhorar muito o desenvolvimento dos alunos e o acervo da escola”, contou.

Na feira, a Secretaria Municipal de Educação possui um estande, em que recebe professores, diretores e alunos, como ressalta Rosiley Vieira, coordenadora de Projetos, Inovação e Tecnologia da SME. “Estamos aqui com equipes recebendo os diretores e a comunidade escolar do município, para orientar a respeito de como deve ser feita a escolha do material. Está sendo um momento muito ricos”, afirmou, complementando ainda que as unidades de ensino devem destinar, no mínimo, 30% do valor recebido para aquisição de obras de autores potiguares ou de livros e/ou produtos editorais do estado do Rio Grande do Norte.

Até este sábado (5), a 17ª Feira do Livro de Mossoró estará aberta ao público nas instalações das Faculdades de Ciências Econômicas (FACEM), Letras e Artes (FALA) e Educação (FE), sempre das 9h às 21h.

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS