21.9 C
Mossoró
terça-feira, 18 de junho, 2024
Por Vonúvio Praxedes
terça-feira; 18 junho - 2024

São João em Assú e Mossoró: mais de 95% dos participantes pretendem voltar em 2024, aponta Fecomércio

A festa junina de Assú movimentou R$ 84 milhões e Mossoró, R$ 291,8 milhões

PUBLICIDADEspot_img

Mais de 95% das pessoas que participaram do São João 2023 nos municípios de Assú e Mossoró pretendem voltar para as edições do ano que vem. A informação é resultado de pesquisa realizada pelo Instituto Fecomércio (IFC), que mapeou o perfil dos participantes e a percepção dos empresários. De acordo com o estudo, apresentações musicais e atrações gratuitas foram alguns dos aspectos que receberam avaliações positivas do público.  

O movimento gerado pelos eventos também agradou a maior parte dos empresários, que declararam ter faturado mais do que nas edições de 2022. Para 78% dos negócios de Assú, o volume de vendas foi melhor ou igual ao de 2022. Em Mossoró, 74,7% dos empresários afirmaram que o evento junino teve um impacto positivo nos negócios. 

Em Assú, foram movimentados R$ 84 milhões, um aumento de 16,2% em relação a 2022; já na capital do Oeste o montante chegou a R$ 291,8 milhões, 103,5% acima no valor do ano passado.  

“Esse saldo positivo também se deve muito ao trabalho de planejamento dos comerciantes, que se prepararam bastante para aproveitar o movimento gerado pelos eventos relacionados ao São João. Em Mossoró, por exemplo, os negócios investiram 30% mais, principalmente em estoque, variedade de itens, funcionários e outras melhorias – em relação ao mesmo período do ano passado”, afirmou o presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz. 

Em Assú, durante o mês de junho, o Instituto Fecomércio entrevistou um total de 200 empreendedores e 550 participantes. No mesmo período, em Mossoró, 253 empreendedores e 654 participantes foram ouvidos. O nível de confiança de ambas as pesquisas é de 95% com margem de erro de três pontos percentuais. 

São João de Assú 

O levantamento do Instituto Fecomércio (IFC) constatou que mais da metade (57,1%) das pessoas que aproveitaram da programação do São João de Assú não é residente do município. Os turistas que participaram do São João mais antigo do mundo viajaram de outras cidades do Rio Grande do Norte, principalmente Assú (42,9%) e Natal (12,9%). Também foi registrada a presença de visitantes de outros 16 estados. 

Além disso, de acordo com a pesquisa, a maior parte das 407 mil pessoas que participaram do São João de Assú se informaram sobre o evento através das redes sociais (66,5%) e decidiram participar por causa da programação de atrações gratuitas (44,5%) – como festas e shows musicais, por exemplo. 

O movimento de moradores e turistas teve uma influência positiva para pelo menos 68,5% dos empresários da região Oeste, principalmente de setores como hotelaria (100%) e vestuário (95,7%). Mais de 70% dos negócios locais não sentiram a necessidade de aumentar o quadro de funcionários, mas se prepararam para o evento investindo na variedade de itens oferecidos (49%) e na ampliação do estoque (46,5%). 

Os números foram apresentadas pelo diretor de Inovação e Competitividade da Fecomércio RN, Luciano Kleiber, ao prefeito Gustavo Soares, com a presença do presidente do Sindivarejo Assú, Francisco de Assis Barbosa, na terça-feira (18). 

Mossoró Cidade Junina 

Diferente do que foi apurado em Assú, a maior parte das pessoas que participaram da programação do São João de Mossoró mora no munícipio (50,8%). A maioria pertence ao sexo masculino (56,1%), possui ensino superior completo (55,8%), recebe de 2 a 5 salários mínimos por mês (53,2%); e decidiu participar por já conhecer a festa (33,8%) e para aproveitar as atividades gratuitas e atrações musicais (32,4%). 

O evento atraiu um total de quase 1,3 milhão de pessoas, das quais 49,8% eram visitantes de outros estados ou municípios. Os turistas saíram principalmente da cidade de Fortaleza (19,3%), que levou mais pessoas para o São João de Mossoró do que Natal (12,4%). 

De acordo com os dados do levantamento, os turistas gastaram uma média de R$ 333,59 por dia – um aumento de 40,6% em relação ao valor registrado no evento de 2022, quando o gasto médio individual foi de R$ 237,29. Esse aumento também foi percebido no faturamento dos empresários locais, que venderam mais no São João deste ano (55%) e afirmaram que o movimento gerado pela festa atendeu ou superou as expectativas (94,9%). 

O prefeito Alysson Bezerra recebeu os números da pesquisa nesta quarta-feira (19), em reunião no Palácio da Resistência, com a presença do presidente do Sindilojas Mossoró, Michelson Frota. O levantamento também foi apresentado pelo diretor Luciano Kleiber. 

As pesquisas completas estão disponíveis em: https://fecomerciorn.com.br/pesquisas/ 

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS