21.9 C
Mossoró
terça-feira, 18 de junho, 2024
Por Vonúvio Praxedes
terça-feira; 18 junho - 2024

Entidades empresariais pedem que a governadora requisite Forças Armadas para reforçar segurança no RN

A governadora Fátima Bezerra solicitou a criação de um Comitê de Crise com a participação das entidades

PUBLICIDADEspot_img

Em reunião com a governadora Fátima Bezerra e os gestores das Forças de Segurança do RN, realizada na noite dessa quinta-feira (16/03), sob liderança da Fecomércio, as entidades representativas do Comércio de Bens, Serviços e Turismo apresentaram uma série de pleitos em virtude da preocupante crise na segurança pública do Rio Grande do Norte.   

Diante da necessidade de reforço das medidas de combate às ações criminosas que ocorrem desde o dia 14, foi sugerida a requisição das Forças Armadas, a fim de reforçar o efetivo nas ruas e coibir as ocorrências, que já superam 370 registros, nos últimos três dias, segundo dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed). 

“Na manhã de hoje, 16, reunimos 15 entidades representativas dos segmentos do Comércio, Serviços e Turismo para avaliar a situação. São inúmeros os impactos. Estimamos uma queda de cerca de 80% nas vendas. Além disso, há um grande risco para os patrimônios e para as vidas dos empreendedores e colaboradores, que ainda enfrentam grande dificuldade de deslocamento na capital, com a interrupção do serviço de transporte público”, destacou o presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz. 

A governadora Fátima Bezerra solicitou a criação de um Comitê de Crise, com a participação das entidades, a fim de melhorar o fluxo de comunicação entre os empresários e a Sesed, bem como tratar os pleitos apresentados. 

Também foi feita uma prestação de contas das ações que estão sendo realizadas para coibir as ocorrências, além do reforço das estratégias. “Estamos com a cúpula da segurança do Brasil contribuindo ativamente para a resolução desta crise”, reforçou a chefe do executivo. 

“Iremos avaliar a sugestão sobre a participação do exército. Porém, neste momento, o foco da estratégia é ampliação da força policial, com a participação de homens da Força Nacional e das Polícias Militares de estados vizinhos da Paraíba e do Ceará, pessoas que estão preparadas para o enfrentamento de qualquer situação”, afirmou a Governadora. 

Outra preocupação externada pelo grupo diz respeito ao risco iminente de desabastecimento no comércio, visto que as distribuidoras não estão fazendo as entregas por temer ataques aos veículos, como já registrado em Natal na manhã desta quinta-feira, 16. 

O pedido de prorrogação dos prazos para os pagamentos de impostos, fruto das dificuldades com a queda de receita foi outro ponto apresentado. 

O presidente da Fecomércio também destacou a importância dos segmentos do Comércio, Serviços e Turismo. “Esses segmentos são os principais pilares da economia do estado. Juntos, esses setores representam 78% do PIB, de 77% do ICMS recolhido e 73% dos empregos formais”, finalizou. 

Participaram da reunião os líderes das Forças de Segurança; a governadora Fátima Bezerra; o vice-governador, Walter Alves; a deputada Natália Bonavides; o secretário de Tributação, Carlos Eduardo Xavier; a secretária de Turismo, Ana Maria Costa; o presidente da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Nordeste (Fetronor); Eudo Laranjeiras; a Federação das Indústrias do RN (Fiern), representada por Roberto Serquiz; além de representantes da ABIH, Abrasel, Assurn; Viva Centro; AEBA; Facern; ACRN; Sindetur; Natal Convention Bureau; CDL Natal; FCDL e Sincovaga RN. 

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS