26.2 C
Mossoró
terça-feira, 28 de maio, 2024
Por Vonúvio Praxedes
terça-feira; 28 maio - 2024

Pesquisa Brâmane aponta empate entre Carlos Eduardo e Natália Bonavides para Prefeitura do Natal

O levantamento entrevistou 1.100 pessoas em Natal, presencialmente, entre os dias 5 e 7 de março com margem de erro de 3 pp

PUBLICIDADEspot_img

Via Portal 98 FM

Pesquisa do instituto Brâmane divulgada nessa quinta-feira (9/03) traz os primeiros números da corrida pela Prefeitura do Natal nas eleições de 2024. É o primeiro levantamento divulgado na capital potiguar com vistas às eleições municipais de 2024.

Os números da pesquisa estimulada mostram que, faltando um ano e meio para o pleito, o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) lidera as intenções de voto na pesquisa estimulada, seguido da deputada federal Natália Bonavides (PT). Na estimulada, é apresentada ao eleitor uma lista com possíveis candidatos.

Na espontânea, quando o entrevistado pode citar qualquer nome, o atual prefeito Álvaro Dias (Republicanos) é o mais lembrado, mas não pode concorrer a um 3º mandato. Depois do prefeito, aparecem Carlos Eduardo e Natália Bonavides, mais uma vez.

Veja os números:

Prefeitura do Natal 2024 – Estimulada

  • Carlos Eduardo (PDT): 17%
  • Natália Bonavides (PT): 16,1%
  • BG (sem partido): 7,25%
  • Wendel Lagartixa (PL): 6,9%
  • Paulinho Freire (União Brasil): 3,23%
  • Prof. Robério Paulino (PSOL): 1,23%
  • Irapoã Nóbrega (MDB): 0,28%
  • Não sabe/não respondeu: 36,01%
  • Branco/nulo: 12%

Prefeitura do Natal – Espontânea

  • Álvaro Dias (Republicanos): 8,7%
  • Carlos Eduardo (PDT): 8,51%
  • Natália Bonavides (PT): 4,44%
  • Paulinho Freire (União Brasil): 2,9%
  • Rafael Motta (PSB): 2,81%
  • Wendel Lagartixa (PL): 2,36%
  • Luiz Almir (PSDB): 2,08%
  • BG (sem partido): 1,54%
  • Styvenson Valentim (Podemos): 1,45%
  • “Candidato de Fátima”: 1,45%
  • Kelps Lima (Solidariedade): 1,18%
  • Eudiane Macedo (PV): 1,09%
  • “Candidato de Álvaro”: 1%
  • General Girão (PL): 0,72%
  • Sandro Pimentel (PSOL): 0,63%
  • Kléber Fernandes (PSDB): 0,45%
  • Irapoã Nóbrega (MDB): 0,36%
  • Klaus Araújo (sem partido): 0,18%
  • Felipe Alves (União Brasil): 0,18%
  • Branco/nulo: 15,94%
  • Não sabe/não respondeu: 42,03%

Rejeição

A Brâmane também mediu a rejeição dos principais nomes cotados para serem candidatos. Segundo o levantamento, se as eleições fossem hoje, o mais rejeitado seria o policial militar reformado Wendel Lagartixa (PL), que foi o candidato mais votado da história para a Assembleia Legislativa em 2022. Ele não pode assumir por causa de uma decisão do ministro Ricardo Lewandowski, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O levantamento, realizado com recursos próprios do instituto, entrevistou 1.100 pessoas em Natal, presencialmente, entre os dias 5 e 7 de março de 2023. O levantamento tem margem de erro de 3 pontos percentuais, com confiabilidade de 95%.

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS