26 C
Mossoró
terça-feira, 28 de maio, 2024
Por Vonúvio Praxedes
terça-feira; 28 maio - 2024

Provas do concurso da Câmara de Natal devem ser aplicadas em maio

O certame é o primeiro no âmbito geral para nível superior e médio da Casa legislativa natalense

PUBLICIDADEspot_img

Em seu último ato à frente da presidência da Câmara Municipal de Natal, o vereador Paulinho Freire (União Brasil) assinou nessa segunda-feira (30/01), junto à Fundação de Apoio à Educação ao Desenvolvimento Tecnológico do Rio Grande do Norte (Funcern), o convênio para realização do concurso público do Legislativo natalense para preenchimento dos cargos de assistentes legislativos e técnicos legislativos.

“Sempre foi um objetivo da nossa gestão, adiado pela pandemia da Covid-19. Deixo a Câmara encaminhada para esse concurso, que preencherá seu quadro de pessoal com pessoas qualificadas, já que precisa ser renovado, com um organograma moderno”, disse Paulinho Freire.

O certame é o primeiro no âmbito geral para nível superior e médio da Casa. Segundo a diretora geral da instituição, Iracy Gois, a prioridade entre as 47 vagas que serão disponibilizadas é para a área de tecnologia da informação. “A Câmara está implantando seu datacenter e a gente pretende dar prioridade a esses futuros servidores que trabalharão no setor de tecnologia. Nossa expectativa é que esse concurso ocorra em maio e depois de todo o processo para qualificação, a gente inicie o processo de contratação que não será dos 47 de uma só vez, mas de acordo com a necessidade e disponibilidade orçamentária”, informou a diretora.

A Funcern foi escolhida para a prestação de serviços técnicos especializados em consultoria, planejamento, organização e execução do concurso público considerando especialmente sua qualificação técnica.

O superintendente da fundação, Edinaldo Pereira, disse que, a partir de agora, começam os procedimentos para a elaboração e divulgação do edital. “O núcleo de processamento seletivo vai estudar os cargos a serem ofertados, depois divulga o edital e segue todo o processo de professores e profissionais para a aplicação das provas. Tudo isso é feito de forma restrita e sigilosa. Após as provas, segue o processo de classificação dos aprovados”, explicou.

Texto: Cláudio Oliveira
Foto: Francisco de Assis

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS