26 C
Mossoró
domingo, 16 de junho, 2024
Por Vonúvio Praxedes
domingo; 16 junho - 2024

Chamada de 3° turno, eleição do Senado movimenta a política nacional

Eleição para escolha da mesa diretora do Senado Federal acontece dia 1° de fevereiro

PUBLICIDADEspot_img

Faltando uma semana para a eleição da presidência do Senado, o atual presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), soma mais votos declarados em sua tentativa de reeleição do que seu principal adversário, o potiguar Rogério Marinho (PL-RN), de acordo com o placar do Estado de S. Paulo. O jornal consultou todos os 81 senadores que irão compor a próxima legislatura, entre eleitos e reeleitos. Pacheco tem 22 votos e Marinho, 13. Eduardo Girão (Podemos-CE) também se apresenta como candidato, e, por enquanto, tem apenas o próprio voto. Especula-se que ele pode desistir e compor com Rogério Marinho. A Eleição para escolha da mesa diretora do Senado Federal acontece dia 1° de fevereiro.

O ex-ministro de Jair Bolsonaro foi alertado por aliados de que a campanha nas redes sociais contra Rodrigo Pacheco tem tido efeito contrário. Segundo o portal Antagonista, em vez de enfraquecer o mineiro, a cobrança agressiva de correligionários de Bolsonaro pode afastar ainda mais os senadores considerados indecisos. Conforme apurou o Antagonista, pelo menos cinco senadores que eram simpáticos à candidatura de Marinho fecharam questão em favor de Pacheco porque ficaram incomodados com a campanha agressiva e acintosa de deputados bolsonaristas eleitos. “Essa é uma eleição do Senado. Não faz sentido deputado estimular assédio a integrantes de outros Poderes”, admitiu um parlamentar ao site. A campanha bolsonarista contra Pacheco tem sido estimulada principalmente pelo deputado federal eleito Gustavo Gayer (PL-GO), investigado pelo TSE por ataques às eleições.

No Rio Grande do Norte, além do próprio voto, Rogério conta com o de Styvenson Valetim (Podemos). A senadora Zenaide Maia (PSD) vai com Pacheco. Em Minas Gerais, o placar chama a atenção. Pacheco parte com seu voto próprio. O senador Carlos Vianna (PL) não declarou ainda, mesmo sendo do PL. Já o senador eleito Cleitinho (PSC) declarou apoio a Rogério. Assim como Zenaide no RN é adversária de Rogério, Cleitinho é opositor de Rodrigo Pacheco em Minas.

Via Agora RN

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS