31 C
Mossoró
domingo, 26 de maio, 2024
Por Vonúvio Praxedes
domingo; 26 maio - 2024

Morre Maria Lúcia, primeira mulher a Presidir a Câmara de Mossoró

Foi vereadora em três mandatos, vitoriosa nas eleições de 1992, 1996 e 2000

PUBLICIDADEspot_img

Faleceu nessa segunda-feira (12/12) aos 75 anos, a ex-vereadora de Mossoró Maria Lúcia Ferreira em decorrência de complicações com recente AVC sofrido. Foi vereadora em três mandatos, vitoriosa nas eleições de 1992, 1996 e 2000. Na legislatura passada (2017-2020), Emílio Ferreira, filho dela, exerceu o mandato de vereador. Era casada com o anestesiologista Manoel Ferreira Sobrinho, originário de Catolé do Rocha (PB). O legislativo municipal decretou luto por três dias.

A Câmara Municipal de Mossoró decretará, no âmbito do Legislativo, luto oficial de três dias e descerramento de bandeiras a meio mastro, em respeito à ex-presidente da Casa Maria Lúcia Ferreira.

Vereadora em três mandatos, Maria Lúcia faleceu na noite desta segunda-feira (12). Mãe do ex-vereador Emílio Ferreira, foi a primeira mulher a presidir o Legislativo.

Irmanada no luto a amigos (a) e a familiares, a Câmara Municipal exalta o trabalho de Maria Lúcia por Mossoró e lamenta tamanha perda para o município”.

A executivo mossoroense também publicou nota:

“A Prefeitura Municipal de Mossoró lamenta, com profundo pesar, o falecimento da Sra. Maria Lúcia Ferreira, ocorrido nesta segunda-feira (12/12).

Maria Lúcia foi vereadora em Mossoró por três mandatos nos anos 90 e entrou para a história do município como a primeira mulher a presidir a Câmara Municipal de Mossoró. Assim, reconhecemos todo o legado deixado pela mesma para a história da cidade.

Neste momento doloroso, a Prefeitura se solidariza com os familiares e amigos de Maria Lúcia, desejando que Deus proteja e conforte a todos”.

Velório e sepultamento:

Com informações dos blogs Regy Carte, Carlos Santos e Saulo Vale.

Nota do Diário Político

Dona Maria Lúcia sempre foi muito cuidadosa com todos que a rodeavam. A conheci quando seu filho foi eleito e fui fazer uma reportagem em sua casa. Me tratou como se me conhecesse há anos. Tempos depois, ela trabalhando no Previ, também a encontrei e sempre carinhosa atendia a todos de maneira igual. Me disse uma vez: “Sou política porque eu gosto. Nasci com isso”. Descanse em paz querida.

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS