24.7 C
Mossoró
sábado, 20 de abril, 2024
Por Vonúvio Praxedes
sábado; 20 abril - 2024

Federações do setor produtivo no RN pedem audiência com a Governadora Fátima Bezerra

O pedido vem depois de uma publicação nas redes sociais do Secretário de administração Pedro Lopes

PUBLICIDADEspot_img

Uma convocação de audiência foi enviada a Governadora do RN “Com o objetivo maior de manter o diálogo franco, aberto e respeitoso entre o setor produtivo do Rio Grande do Norte e o Governo do Estado, os presidentes das Federações da Indústria; do Comércio, Serviços e Turismo; dos Transportes; e da Agricultura e Pecuária protocolaram, nesta segunda-feira (19), um pedido conjunto de audiência com a Governadora Fátima Bezerra”, diz um trecho da nota encaminhada à imprensa.

O pedido vem depois de uma publicação nas redes sociais do Secretário de administração Pedro Lopes fazendo referência a redução do ICMS no RN:

De acordo com uma nota publicada pelas entidades no RN “É momento de uma conversa direta, entre as instituições e a chefe do executivo, distanciando-se de um ambiente de provocações inócuas com fundamento político, via redes sociais, também relacionadas a um assunto já soberanamente decidido pela Assembleia Legislativa, representando os anseios da população do RN”.

Depois da polêmica estabelecida, Pedro Lopes publicou uma nota também nas redes sociais:

A nota das Federações ainda reforça que “para as entidades representativas do setor produtivo potiguar, o desenvolvimento econômico, social e ambiental passa por planejamento e discussões técnicas. É oportuna, neste momento, uma agenda conjunta de mobilização com a finalidade de buscar o reequilíbrio fiscal do Estado e ainda de manter e atrair mais negócios e empreendimentos para o Rio Grande do Norte, traçando estratégias para fomentar o ciclo virtuoso da economia que distribui riquezas, favorece a arrecadação e a sustentabilidade fiscal e melhora a qualidade de vida”.

A mensagem é finalizada buscando reforçar a união entre classe política e as entidades: “É no roteiro do desenvolvimento econômico que precisamos, juntos, concentrar toda força, disposição, argumentação e insistência – tanto a sociedade, quanto as instituições representativas, a Assembleia Legislativa e o Executivo Estadual”.

Assinaram a nota:

Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio Grande do Norte (Fecomércio)

Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN)

Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Nordeste (Fetronor)

Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Rio Grande do Norte (FAERN)

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS