26 C
Mossoró
quarta-feira, 19 de junho, 2024
Por Vonúvio Praxedes
quarta-feira; 19 junho - 2024

Rio Grande do Norte ultrapassa 350 profissionais do Mais Médicos em atividade

Ministra Nísia Trindade cumpriu agenda no estado nesta sexta (20) e sábado (21)

PUBLICIDADEspot_img

Quase 80% dos profissionais do Mais Médicos em atividade no Rio Grande do Norte chegaram em 2023 para ampliar o acesso e o atendimento de qualidade na atenção primária à saúde, a porta de entrada do SUS. Em agenda no estado, a ministra da Saúde, Nísia Trindade, realizou uma cerimônia de acolhimento de novos profissionais do programa, que agora totaliza 357 médicos em atuação no Rio Grande do Norte. Com a ampliação, a expectativa é oferecer atendimento a mais de 1,2 milhão de potiguares. A solenidade aconteceu na capital Natal, neste sábado (21). Antes, na sexta-feira (20), em Caicó, a ministra inaugurou a nova Policlínica Regional do Seridó e visitou a Escola Multicamp de Ciências Médicas.

O reforço no atendimento à população faz parte da retomada do Mais Médicos pelo governo federal. Logo no início desta gestão, o Ministério da Saúde retomou editais que estavam paralisados pela gestão passada, causando desassistência em regiões de maior vulnerabilidade social. Ao todo, a expectativa é que o Mais Médicos tenha, até o fim de 2023, 15 mil novos médicos em todo país, totalizando 28 mil profissionais. Assim, a iniciativa vai resgatar o acesso à saúde para mais de 96 milhões de brasileiros. A pasta atua pela redução da desigualdade na distribuição desses profissionais no país.

De acordo com Nísia, o Mais Médicos voltou com força e com aprendizado, depois da destruição de políticas públicas do Ministério da Saúde. “O Mais Médicos é um ponto importantíssimo para não permitir que, aqui no Rio Grande do Norte, junto com toda a equipe de Saúde da Família e com toda a assistência, tenhamos aumento de mortalidade infantil”, disse durante o ato de recepção dos novos profissionais. 

O secretário de Atenção Primária, Nésio Fernandes, anunciou que 100% dos pedidos de credenciamento ordinários realizados pelos prefeitos do estado potiguar foram atendidos pelo Ministério da Saúde. “Queremos garantir que essa liderança virtuosa entre ministério e governo do estado apoiando os municípios garanta uma atenção primária digitalizada, organizada e universal não em cobertura somente, mas em garantia do acesso”, defendeu.

A expansão de equipes e serviços vai além da atenção primária, alcançando a atenção especializada. Na sexta-feira (20), em Caicó, a ministra Nísia participou da inauguração da Policlínica Regional do Seridó, unidade com foco inicial no atendimento público a doenças crônicas, como diabetes e hipertensão. A nova unidade vai beneficiar uma população de 178 mil habitantes de 12 municípios da região. No local, os ambulatórios funcionarão com o ciclo de atenção contínua, que tem como ponto de apoio o médico da família e da comunidade, assegurando o elo entre a atenção primária e especializada.

“Celebramos um trabalho de parceria com o governo do Estado, de entendimento da importância que a Saúde tem e que a Policlínica vai ter, não só para a Caicó, mas para toda a região. Essa Policlínica já nasce numa visão de regionalização, que tem sido o trabalho feito aqui na Saúde no Rio Grande do Norte e que queremos fazer em todo o Brasil”, declarou a ministra.

Ainda no município de Caicó, Nísia Trindade visitou a Escola Multicampi de Ciências Médicas, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), considerada a primeira do Brasil com certificação internacional e com conceito 5. A Escola foi criada em 2014 a partir da demanda do programa Mais Médicos e oferece 40 vagas anuais para graduação em Medicina e mestrado profissional.

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS