26 C
Mossoró
domingo, 16 de junho, 2024
Por Vonúvio Praxedes
domingo; 16 junho - 2024

Espetáculo Auto da Liberdade de Mossoró está sendo preparado

Espetáculo será apresentado nos dias 27, 28 e 29 de setembro na Estação das Artes Elizeu Ventania

PUBLICIDADEspot_img

Os ensaios para o Auto da Liberdade 2023 seguem em ritmo acelerado. O espetáculo, que resgata a memória dos quatro atos libertários de Mossoró, será apresentado nos dias 27, 28 e 29 de setembro, na Estação das Artes Elizeu Ventania, reunindo cerca de 100 pessoas em cena.

A preparação para o espetáculo vem acontecendo na Escola de Artes, todos os dias, sempre a partir das 19h. O ator Igor Calado participa do Auto pelo segundo ano consecutivo e está ansioso pela estreia desta edição.

“Está sendo muito instigante e a expectativa é a melhor possível. Com a brilhante direção de Roberta Schumara e Leonardo Wagner, o elenco está dando tudo de si. A gente quer dar sempre o melhor para Mossoró”, pontuou o artista.

Douglas Rafaell participa do espetáculo desde 2011, mas para ele a emoção é sempre renovada. “É sempre um prazer estar com essa galera, que se joga nos palcos. Participar dessa história, que aconteceu aqui nessas mesmas ruas, é como fogo. A cada ano tem essa pulsação para contar essa história, que de fato é nossa”, afirmou.

O Auto da Liberdade 2023 tem como diretor-geral Leonardo Wagner. Serão cerca de 100 pessoas em cena — sendo 30 profissionais (entre atores e bailarinos) e mais 70 pessoas da comunidade. No total, são mais de 140 pessoas envolvidas nesse processo, considerando figurinistas, aderecistas, cenógrafos, ferreiros, marceneiros, produtores, produção musical, coreografia, assistência de direção e maquiagem.

“É a segunda vez que fui presenteado para estar à frente desse projeto, com vários amigos. Começamos os ensaios no dia 30 de agosto e já estamos bem avançados, graças a Deus. O carro-chefe é a contação de história. Serão quatro mulheres negras, quatro atrizes da cidade que vão narrar essa história”, relatou Leonardo, acrescentando:

“Estamos tendo como mote, como norte de caminho, as estações do ano. Cada estação referente a um ato do espetáculo. E nós temos também um radialista que vem fazendo um grande diferencial e arrancará muitas risadas e também um pouco de saudade dos nossos radialistas de antigamente”, adiantou o diretor.

SOBRE O ESPETÁCULO

O Auto da Liberdade resgata atos históricos de Mossoró: o Motim das Mulheres, Libertação dos Escravos, Resistência ao bando de Lampião e o 1.° Voto Feminino.

Motim das Mulheres – Em 4 de setembro de 1875, cerca de 300 mulheres saíram pelas ruas de Mossoró em protesto contra a obrigatoriedade do Alistamento Militar. À época, protestavam sobre a convocação de seus esposos e filhos para o Exército ou Marinha, as mulheres ocuparam unidades públicas e delegacias, munidas de utensílios domésticos para chamar atenção das autoridades.

Libertação dos Escravos – Mossoró foi pioneira na abolição dos escravos. O município fez jus à liberdade aos escravos da cidade em 30 de setembro de 1883, cinco anos antes da Lei Áurea. À data, todos os homens que moravam na cidade estavam livres.

Resistência ao bando de Lampião – Em 1927, a cidade de Mossoró sofreu um grande ataque promovido pelo bando de Lampião. Os cangaceiros queriam extorquir relevante quantia em espécie do banco e comércio local. Com bravura e resistência, os mossoroenses montaram trincheiras comandada pelo prefeito Rodolfo Fernandes. Mossoró conseguiu vencer a batalha e expulsar o bando de Lampião.

Primeiro Voto Feminino – Mossoró também se torna pioneira no voto feminino. Em 1928, a professora Celina Guimarães Viana se consolida como a primeira eleitora a participar do sistema democrático do País, se tornando protagonista do processo político brasileiro.

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS