28 C
Mossoró
quarta-feira, 29 de maio, 2024
Por Vonúvio Praxedes
quarta-feira; 29 maio - 2024

Construção do Santuário de Santa Luzia em Mossoró recebe apoio de entidades

O presidente da Câmara Municipal, Lawrence Amorim, foi convidado por entidades para explicar proposta do santuário de Santa Luzia

PUBLICIDADEspot_img

Um conjunto de entidades e instituições culturais, encabeçadas pela Academia de Ciências Jurídicas e Sociais de Mossoró (Acjus), produzirá documento oficial, em apoio à ideia da construção do santuário de Santa Luzia em Mossoró, para envio às autoridades competentes.

O anúncio foi feito em reunião do projeto “Pensando Mossoró”, na noite dessa quinta-feira (23/03), no Palácio Cultural Acadêmico Milton Marques, sede da Acjus, no conjunto Abolição 2.

Realizado nas últimas quintas-feiras do mês, o “Pensando Mossoró” reúne em roda de conversa dois convidados por vez, em discussão de temas de relevância para Mossoró, com membros da Acjus e de outras academias culturais.

Neste encontro, o presidente da Câmara Municipal, Lawrence Amorim (Solidariedade), foi convidado para discorrer sobre a proposta do santuário de Santa Luzia. Por iniciativa dele, a Câmara Municipal de Mossoró resgatou o debate sobre o santuário.

O outro convidado foi o promotor Hermínio Perez Júnior, titular da 18ª Promotoria de Justiça. Ele abordou acessibilidade e mobilidade urbana, no contexto da ocupação irregular de calçadas no centro da cidade. Perez é autor de ação judicial nessa seara.

Turismo religioso

Ao destacar a importância do santuário de Santa Luzia para a fé e a economia, Lawrence defendeu pensar o projeto com pé no chão e responsabilidade, a fim de buscar meios necessários.

“O primeiro passo é discutir com a sociedade. Fizemos contato com a Diocese e ampliaremos o debate, com audiência pública na Câmara, em abril. Depois, temos que pensar no projeto, local e orçamento, e buscar união da classe política e da sociedade, a fim de tentar recursos dos tesouros nacional, estadual, municipal”, disse o vereador.

Padre Sátiro: ‘Certeza que não vai faltar ajuda’

Participante da reunião, membro da Acjus, o padre Sátiro Cavalcante Dantas lembrou do santuário do Lima, em Patu, e da estátua Frei Damião, em São Miguel, construído, segundo ele, com apoio da sociedade. “Então, com o Santuário de Santa Luzia, tenho certeza que não vai faltar gente para ajudar”, afirmou.

O presidente da Acjus, Wellington Barreto, assegurou apoio de 10 a 12 academias à ideia. “No passado recente, houve descrédito com esse projeto, pela forma como foi encaminhado. Mas como o presidente Lawrence está buscando encaminhar, é a forma correta. Vamos abraçar essa causa”, assegurou.  

Outros presentes, como o empresário Elviro Rebouças, somaram-se à causa. Também na reunião, o vereador Edson Carlos (Cidadania) reiterou apoio à ideia, e o presidente da Frente Integrada do Movimento Comunitário, José Maria da Silva, reforçou o aval à proposta. Une-os, em comum, os benefícios para Mossoró advindos do santuário de Santa Luzia.

Via Assessoria de Comunicação Lawrence Amorim

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS