26.2 C
Mossoró
terça-feira, 28 de maio, 2024
Por Vonúvio Praxedes
terça-feira; 28 maio - 2024

Agrícola Famosa é campeã do ‘Prêmio Melhores do Agronegócio’, da Globo Rural

Além de ter sido a “campeã das campeãs” do prêmio, a empresa foi a vencedora na categoria “Frutas e Hortaliças”

PUBLICIDADEspot_img

Via Fernando Lopes/ Valor Econômico

Maior exportadora de frutas frescas tropicais do país, a Agrícola Famosa, com sede em Mossoró (RN), foi a grande campeã da 18ª edição do “Prêmio Melhores do Agronegócio”, da revista Globo Rural. As vencedoras de todas as categorias do prêmio foram anunciadas na noite de quarta-feira em evento realizado na capital paulista, que contou com a presença de empresários, executivos, produtores rurais e autoridades.

Os resultados foram dimensionados a partir de avaliação da Serasa Experian, que fez a análise dos dados das mais de 600 empresas ligadas ao setor produtivo – do campo ao varejo, passando por indústrias e serviços. As avaliações levaram em conta resultados financeiros, com peso de 70% na nota final, e ações socioambientais (30%).

Com mais de 30 mil hectares na região Nordeste do país, 11 mil dos quais agricultáveis e dedicados ao plantio de melões e melancias, a Famosa, que tem cerca de 7,5 mil funcionários, encerrou 2021 com receita líquida de R$ 835 milhões e rentabilidade do patrimônio líquido de 42,63%. Além de ter sido a “campeã das campeãs” do prêmio, a empresa foi a vencedora na categoria “Frutas e Hortaliças”.

Nas demais categorias especiais, as vencedoras foram Cargill (“Maior”), SLC Agrícola (“Sustentabilidade”) e Bio Controle (“Pequenas e Médias”). A americana Cargill, que também foi a vencedora na categoria “Indústria de Óleos”, confirmou a condição de maior empresa do agro brasileiro ao registrar receita líquida de R$ 71,6 bilhões em 2021 no país e superar a também americana Bunge (R$ 68,1 bilhões) e as brasileiras JBS (R$ 51,4 bilhões) – que venceu a categoria “Indústria de Carne Bovina” – e BRF (R$ 42,1 bilhões). A SLC também foi a vitoriosa na categoria “Produção Agropecuária”.

De acordo com informações do novo “Anuário do Agronegócio” da Globo Rural, no total, a receita líquida conjunta das 500 maiores empresas do agronegócio brasileiro alcançou a marca recorde de R$ 1,393 trilhão no ano passado, 21,7% a mais do que o total registrado em 2020.

Nas demais categorias que fazem parte do prêmio, as empresas vencedoras foram Camil (“Alimentos e Bebidas”), Agro Amazônia (“Atacado e Varejo”), São Salvador (“Aves”), Copersucar (“Bioenergia e Comércio Exterior”), Coamo (“Cooperativas”), Ihara (“Defensivos Agrícolas”), Yara Brasil (“Fertilizantes”), 3corações (“Indústria de Café”), Bela Vista (“Laticínios”), Jacto (“Máquinas e Implementos Agrícolas”), Anaconda (“Massas, farinhas”), DSM (“Nutrição animal”), Suzano (“Reflorestamento, Papel e Celulose”), Zoetis (“Saúde Animal”), GDM (“Sementes”) e CTC (“Serviços Agropecuários”).

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS