32 C
Mossoró
quinta-feira, 18 de julho, 2024
Por Vonúvio Praxedes
quinta-feira; 18 julho - 2024

Boletim informativo da Câmara de Mossoró desta terça-feira, 20/09

Entre os assuntos abordados pelos vereadores tem uma denúncia de Paulo Igo, sugestão de Francisco Carlos para Apamim e cobrança de Raério ao Governo do RN

Quadra no bairro Bom Jesus homenageará desportista

A quadra de esportes da Praça Francisco de Morais de Albuquerque, no bairro Bom Jesus, será denominada de Expedito Nunes de Oliveira. O projeto com essa finalidade (113/2022) foi aprovado hoje (20) na Câmara Municipal de Mossoró, por iniciativa do vereador Edson Carlos (Cidadania).

Segundo o parlamentar, a denominação faz justiça ao histórico de Expedito Nunes de Oliveira de apoio ao esporte amador do município. Ele faleceu em 2013, aos 84 anos.

“Construiu em suas terras campo de futebol para uso de jovens e comunidade em geral do bairro Bom Jesus. Também tinha trabalho social relevante, pois ajudava muitas pessoas carentes”, lembra Edson Carlos.

O vereador agradece aos colegas vereadores e vereadoras pela aprovação do projeto, que segue à Prefeitura para se tornar lei municipal.

Vereador Paulo Igo diz estar sendo impedido de fiscalizar

Em pronunciamento na Câmara Municipal de Mossoró, hoje (20), o vereador Paulo Igo (Solidariedade) contou ter sido impedido por um servidor da Prefeitura de acessar a Biblioteca Municipal Ney Pontes Duarte, quinta-feira (15), para fiscalizar o prédio público.

“Fui desrespeitado. O servidor impediu minha entrada, disse que eu não tinha autorização de filmar nem fotografar. Como assim? Em um prédio público? Também debochou da minha pessoa. Se debocha de um vereador, pode debochar do estudante que procura a biblioteca”, disse.

O parlamentar acrescentou que não se trata de um fato isolado, e que está enfrentando represálias, sobretudo na área da saúde. “Estou sendo tratado como perseguidor, mas eu é que estou sendo perseguido. Um vereador perseguido por fiscalizar uma gestão que não aceita críticas”, lamentou.

Paulo Igo frisou ser justo na sua atividade parlamentar de fiscalização. “Se precisa aplaudir, eu aplaudo, como aplaudo asfaltamento de ruas, como na Afonso Pena, na Anatália de Melo Alves, que vai chegar, mas critico o que precisa ser criticado, e assim continuarei”, assegurou.

Omar Nogueira pede mais valorização à Praça do Livro

O vereador Omar Nogueira (Patriota) fez pronunciamento na Câmara Municipal de Mossoró, hoje (20), para reivindicar melhorias em equipamentos da Prefeitura. Ele se referiu especialmente à Praça do Livro, na Avenida Rio Branco.

Professores levam estudantes para lá, mas quando chegam, encontram o espaço fechado, no cadeado. Peço providências urgentes à Secretaria Municipal de Educação”, disse Omar Nogueira, que também mencionou matagal na área. “Mas soube que a limpeza foi iniciada”, ressalvou.

Segundo o parlamentar, outras escolas do bairro Santo Antônio apresentam problemas, e quem paga o preço é a população, segundo ele.

Nogueira aproveitou para cobrar cumprimento de promessa de climatização de escolas.  “Foi anunciada compra, mas não vemos os aparelhos de ar condicionado novos instalados nas escolas. O que vemos são ventiladores quebrados”, relatou.

O vereador também falou sobre o Conjunto Novo, no Alto da Pelonha, onde as obras de calçamento estão em ritmo lento, e o povo sendo prejudicado, segundo ele.

“Também estive no assentamento Paulo Freire, ontem à tarde, e vi problema de abastecimento de água. Também nas comunidades de Santo Antônio, Ema, Pau d’arco”, disse, ao pedir explicações à Secretaria de Agricultura.

Vereador Francisco Carlos sugere novo uso para o complexo do Apamim após inauguração do Hospital da Mulher

O vereador professor Francisco Carlos (Avante), em pronunciamento na sessão ordinária de hoje, 20, destacou a conclusão das obras do Hospital da Mulher, que em breve deve ser inaugurado pelo Governo do Estado em Mossoró. O vereador então questionou qual será o destino do Apamim, que hoje atende a demanda que deverá ser atendida pelo Hospital da Mulher e sugeriu que ocorram debates para decidir o destino da unidade.

“O Hospital da Mulher deve atender a demanda que hoje é do Apamim. Então sugiro que façamos debates com os órgãos responsáveis para sugerir outro uso para a unidade. Uma sugestão é direcionar o atendimento do Apamim para outra área. Quem sabe, um hospital municipal”, afirmou Francisco Carlos.

Francisco afirmou que pretende provocar o Ministério Público, a Justiça Federal, que hoje está responsável pela administração do Apamim e a Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Mossoró. “Será uma oportunidade de discutir como modificar ou se há a necessidade de modificar o perfil atendido pelo Complexo do Apamim para que ele continue funcionando”, concluiu.

Denúncia

Ainda durante o pronunciamento, o vereador Francisco Carlos fez uma grave denúncia. De acordo com o parlamentar, ele e outro vereador receberam relatos de que estão furando a fila dos atendimentos médicos em Mossoró. “Uma eleitora disse que conseguiu uma ressonância magnética. Omar Nogueira disse que uma pessoa falou com o prefeito e conseguiu uma cirurgia. Não há regulação? O que está havendo?”, questionou.

Educadores físicos

Francisco Carlos finalizou os pronunciamentos informando    que, apesar de lei municipal aprovada anteriormente que determinava a isenção de educadores físicos de taxas cobradas por academias de ginástica de Mossoró quando estes estivessem acompanhando seus clientes, a partir de outubro deste ano os profissionais irão ter que pagar taxas. A cobrança vem após decisão judicial favorável às academias. O vereador solicitou que a Câmara Municipal tome providências para garantir a isenção.  

Lucas das Malhas destaca sucesso da Feira de Ciências das escolas municipais

O vereador Lucas das Malhas (MDB) ressaltou o sucesso da Feira de Ciências das escolas municipais realizada semana passada em Mossoró.  Lucas parabenizou o empenho da Prefeitura de Mossoró e a dedicação da Secretaria Municipal de Educação no evento.

“Estive no evento e tive a oportunidade de contemplar uma estrutura organizada. Mais de 180 projetos dos estudantes foram apresentados. Nossos jovens se esforçaram para que pudessem expor suas ideias”, disse Lucas.

Lucas das Malhas destacou ainda os investimentos que serão realizados nas escolas municipais e a valorização da educação por parte da gestão do prefeito Allyson Bezerra. “Todas as salas de aula receberão ar condicionados, várias escolas serão reformadas. A progressão de classe dos professores será realizada. A gestão valoriza a educação”, disse.

Vereador Raério critica Governo do Estado e questiona falta de investimento em Mossoró

O vereador Raério Araújo (PSD) reclamou do Governo do Estado, durante a sessão ordinária de hoje, 20. Entre os temas levantados, o vereador falou de educação, saúde e segurança.

Na área da educação, Raério disse que o RN está em pior posição no índice que avalia a qualidade do ensino. “E a governadora se diz professora”, afirmou. Em relação à segurança, o vereador criticou o atendimento do Hospital Tarcísio Maia e do Walfredo Gurgel e a suspensão das cirurgias eletivas em Natal. 

Já sobre segurança pública, Raério questionou os gastos em fardamento. “Foram 10 milhões de reais e ainda não receberam as fardas. Viaturas sucateadas. O estado dos prédios dos batalhões é triste”. O vereador disse ainda que Mossoró não recebeu investimentos do governo de Fátima Bezerra e que o Hospital da Mulher, apesar de pronto, ainda não possui equipamentos.

Vereador Genilson destaca obras de mobilidade em Mossoró

Na sessão ordinária de hoje, 20, o vereador Genilson Alves (Pros) destacou obras que a Prefeitura de Mossoró realizou em Mossoró e que eram demandas antigas da população. Entre as obras, o vereador citou o saneamento básico da rua Anatália de Melo Alves, a implantação de asfalto nesta rua e na Afonso Pena e Marechal Deodoro, além da instalação de um semáforo no cruzamento da Afonso Pena com a Marechal Deodoro.

“São solicitações antigas dos moradores daquele bairro Paredões e que não foram realizadas pelas gestões passadas. Sobre o semáforo, no local há escolas dos dois lados e ocorriam muitos acidentes por falta dessa sinalização. Agora, os acidentes devem diminuir”, destacou.

Racismo e assédio

O vereador Genilson Alves (Pros) também se solidarizou com a policial militar que sofreu racismo durante uma abordagem policial em Mossoró. O vereador destacou que atos assim não podem ficar impunes. Também durante o pronunciamento, Genilson Alves falou sobre denúncia de assédio atribuída a ator que estava escalado para o espetáculo Auto da Liberdade deste ano e destacou que o caso já está sendo devidamente apurado pelas autoridades competentes.

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS