26 C
Mossoró
domingo, 16 de junho, 2024
Por Vonúvio Praxedes
domingo; 16 junho - 2024

Em busca de investimentos, Governadora Fátima participa de feira de fruticultura na Espanha

Fruit Attraction é um dos mais importantes eventos da hortifruticultura no mundo e tem como objetivo aproximar a relação entre países produtores, importadores e exportadores

PUBLICIDADEspot_img

A governadora Fátima Bezerra está na capital da Espanha, Madri, participando de uma feira internacional do setor de hortifrutícola. A Fruit Attraction 2023 é a Feira Internacional Organizada pela Ifema Madri, uma das mais importantes promotoras de feiras industriais da Europa, e pela Fepex (Federação Espahola de Associações de Produtores Exportadores de Frutas, Hortaliças, Flores e Plantas vivas.

O evento que segue até esta quinta-feira, dia 5, tem como tema “Conectando Ideias, Negócios e Pessoas, e Crescendo Juntos. Participam como convidados, além do Brasil, o Canadá e os Estados Unidos. O objetivo do governo é aproximar as relações entre nossos produtores e empresários do setor de outras partes do mundo.

“A Fruit Attraction é uma oportunidade ímpar para estabelecer parcerias, buscar investimentos e explorar novos mercados. E é isso o que estamos fazendo aqui. Aproveitando, trago uma notícia extraordinária: em 2024, a feira será realizada no Brasil. E o Rio Grande do Norte estará presente com todo seu protagonismo na fruticultura”, disse a governadora durante a abertura da feira, na manhã de hoje.

Fátima Bezerra visitou o estande do Brasil acompanhada do embaixador brasileiro na Espanha, Orlando Leite Ribeiro; do ministro espanhol da Agricultura, Pesca e Alimentação, Luís Planas, e do governador do Maranhão, Carlos Brandão. O Rio Grande do Norte tem grande potencial para a fruticultura. De acordo com dados da Secretaria da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape), se houver mercado, o RN tem como ampliar a área plantadas de tal forma que pode criar 40 mil novos empregos direto no campo.

A Fruit Attraction é hoje uma ferramenta de referência para a comercialização global de frutas e vegetais. A sua capacidade de promover as exportações globais do setor é hoje o ponto de ligação das exportações, e a ideia do Governo do Estado é promover a divulgação das potencialidades de mercado e comercialização de frutas tropicais irrigadas do Polo Assu-Mossoró.

O Rio Grande do Norte é destaque no Brasil na produção de frutas. O setor é o mais pujante do agronegócio potiguar. O estado produziu, em 2022, cerca de 350 mil toneladas de frutas. Desse total, cerca de 260 mil foram exportados e só o melão respondeu por 150 mil toneladas que são produzidas em cerca de 20 mil hectares plantados.

No ano passado, as principais frutas exportadas pelo RN (entre elas o mamão, a melancia, a manga, a banana e o abacaxi) somaram um total de US$ 160,2 milhões à nossa balança comercial. Somente no primeiro semestre de 2023, foram cerca de US$ 65 milhões exportados, 23% a mais sobre o que foi vendido no mesmo período de 2022.

A agenda na Espanha prevê ainda reuniões com autoridades e empresários locais para tratar de assuntos como o Porto-Indústria Verde, a produção de hidrogênio de baixo carbono, fontes de energias renováveis, indústria e comércio.

Acompanham a governadora o secretário de Agricultura e Pesca, Guilherme Morais Saldanha, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado Pereira dos Santos e o coordenador de Desenvolvimento Energético, Hugo Fonseca.

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS