26 C
Mossoró
domingo, 26 de maio, 2024
Por Vonúvio Praxedes
domingo; 26 maio - 2024

Agripino reforça perfil desagregador de Rogério e defende prefeito Álvaro

Ex-senador destaca que várias figuras que antes eram alinhadas politicamente a Rogério romperam em seguida

PUBLICIDADEspot_img

Via AGORA RN

Personagens de peso na política potiguar têm visto com cada vez mais ressalvas o senador Rogério Marinho (PL) como um nome apto para futuras composições. Na linha do que externou o prefeito Álvaro Dias (Republicanos), que teceu críticas ao comportamento do parlamentar, o ex-senador José Agripino Maia (União Brasil) afirma que o nome de Marinho não está em seu “cardápio” por um motivo: várias figuras que antes eram alinhadas politicamente a ele romperam e passaram a combatê-lo sistematicamente.

A fala do ex-senador e presidente do União Brasil-RN foi proferida após ele ser questionado sobre um possível apoio de seu partido a uma hipotética candidatura de Rogério a governador do RN em 2026. Agripino tratou logo de afastar essa possibilidade e respondeu que mantém uma posição neutra em relação ao congressista.

“Não tenho alinhamento nem desalinhamento, não é uma figura que esteja no meu cardápio, uma figura com quem eu tenho conversas permanentes, não. Eu converso muito com Álvaro Dias”, disse o senador em recente entrevista ao Podcast Falei, apresentado pela jornalista Thaisa Galvão.

E continuou: “Rogério tem uma coisa que não me agrada muito: as figuras com quem ele conviveu – tipo Wilma – terminaram frontalmente contrárias a ele. Paulo Guedes foi outro, então é uma coisa a ser explicada. Mas isso é problema dele. Se eu puder me livrar disso daí é melhor pra mim”, declarou o ex-senador, acrescentando que “é sempre bom não ter indisposições que possam ser evitadas”.

Na última terça-feira 8, em entrevista à 97 FM, o prefeito de Natal, Álvaro Dias, fez coro à fala de Agripino sobre o parlamentar. Após acusar Rogério de ter mandado cancelar o envio de cerca de R$ 40 milhões do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) para a Prefeitura do Natal, o mandatário criticou a forma como o parlamentar costumeiramente se comporta com relação às pessoas com quem antes tinha relação política.

Álvaro historiou como se deu seu empenho na campanha de Rogério para o Senado da República em 2022, lembrando que chegou a reunir secretários municipais, lideranças políticas e amigos para pedir votos para o então candidato. O prefeito avalia que seu apoio foi fundamental para a vitória do hoje congressista.

Dias revelou que chegou a ser alertado por alguns amigos que recomendaram que ele não se envolvesse tanto na campanha de Rogério em razão do histórico de embates políticos que ele tinha com ex-aliados.

“Lembre que Rogério teve uma parceria com a ex-governadora Wilma de Faria e depois mudou; lembre que Rogério teve uma amizade muito grande com Renato Dantas – que foi presidente da Câmara – e depois dele se afastou; lembre que Rogério teve uma parceria com Paulo Guedes, que foi ministro de Bolsonaro, e depois rompeu e passou a atacar Paulo Guedes”, declarou o prefeito, ao lembrar dos conselhos que recebia em relação à sua aproximação a Rogério durante a campanha.

“Eu soube que ele disse que eu era ingrato. Não sei quem é o ingrato. Trabalhei, me empenhei e sei que tudo que eu podia fazer eu fiz para dar minha contribuição para a vitória de Rogério. Mais do que fiz, não poderia ter feito. Não sei que ingratidão é essa minha em relação a ele. Agora, ele está lá no Senado com oito anos pela frente e está me chamando de ingrato, para minha surpresa e minha decepção porque não esperava isso da parte dele, já que todo o Estado e o povo de Natal é testemunha do meu empenho”, acrescentou.

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS