26.2 C
Mossoró
terça-feira, 28 de maio, 2024
Por Vonúvio Praxedes
terça-feira; 28 maio - 2024

Senador garante emenda para construção de Hospital do câncer com 120 leitos em Mossoró

A expectativa é que, com o novo hospital em pleno funcionamento, a LMECC eleve os 98.321 atendimentos de 2022 para cerca de 200 mil anuais

PUBLICIDADEspot_img

Via blog Regy Carte

Em agenda em Mossoró, neste domingo (28), o senador Styvenson Valentim (Podemos) assegurou recursos, em emenda de bancada, para a construção do Hospital da Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC), no terreno onde funcionava o Hospital Duarte Filho (demolido), na praça Cônego Estevão Dantas (Praça dos Hospitais).

Styvenson Valentim anunciou recursos para a obra, em reunião com a diretoria da LMECC, na tarde de ontem, na Casa de Saúde Santa Luzia. Ao receber o projeto, o senador garantiu verba federal para a obra já em 2023, na sua cota de emenda de bancada ao Orçamento Geral da União (OGU).

O novo hospital – em sede própria (a Casa de Saúde Santa Luzia é alugada) – será construído em módulos. O primeiro módulo (ambulatório e setor de diagnóstico por imagem) está orçado em R$ 24 milhões.

A unidade ampliará a assistência contra o câncer já oferecido na Liga pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Também ofertará novos serviços, como ressonância magnética pelo SUS na área de oncologia. A expectativa é que, com o novo hospital em pleno funcionamento, a LMECC eleve os 98.321 atendimentos de 2022 para cerca de 200 mil anuais.

Senador Styvenson, Lawrence e diretores da Liga – foto: assessoria

Apoio

Participante da reunião com o senador e a diretoria da LMECC, o presidente da Câmara, Lawrence Amorim (Solidariedade), elogiou a iniciativa de Styvenson Valentim de destinar recursos para Mossoró.

Segundo o vereador, ao garantir verba para a Liga de Mossoró, o senador repete na região Oeste o investimento que direcionou à Liga Norte Riograndense Contra o Câncer.

Com recursos de emenda de Styvenson, de aproximadamente R$ 15 milhões, a entidade instalará o Centro de Diagnóstico e Estudos em Currais Novos, para beneficiar toda a região Seridó.

“A emenda do senador é um impulso fundamental para o início da construção do hospital da Liga Mossoroense. Assim como Centro de Diagnóstico para o Seridó, será uma obra definitiva para Mossoró e região. Certamente, serão recursos que salvarão muitas vidas”, observa Lawrence.

Novo hospital terá mais de 100 leitos

O Hospital da Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC) terá 120 leitos, para pacientes adulto e infantil. Compreenderá área de mais de oito mil metros quadrados e será uma unidade de referência no tratamento contra o câncer no interior do Rio Grande do Norte.

O prazo de conclusão é 14 meses, a contar da data de início dos trabalhos no canteiro de obra.

Ele se somará ao complexo da LMECC, que dispõe do Hospital da Solidariedade (Unidade Sr. Neuzo) e do Hospital Santa Luzia.

Existente há 22 anos, a Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC) aplica mais de 18.000 quimioterapias por ano. Concentra 23% de todo o tratamento de oncologia / quimioterapia do Rio Grande do Norte.

Ademais, é a segunda instituição que mais realiza cirurgias oncológicas no Estado e o principal equipamento de saúde para tratamento de oncologia no Oeste potiguar, ao permitir assistência de qualidade a todos, sobretudo os mais carentes.

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS