24 C
Mossoró
quarta-feira, 19 de junho, 2024
Por Vonúvio Praxedes
quarta-feira; 19 junho - 2024

Governo do RN se prepara para 10 obras na área de Saúde

Os processos de licitação estão em curso e o investimento será de aproximadamente R$ 49 milhões.

PUBLICIDADEspot_img

A Secretaria de Estado da Infraestrutura está, neste momento, com 10 processos licitatórios em tramitação que contemplam obras importantes para a Saúde do RN. O investimento total será de cerca de R$49 milhões provenientes de emendas parlamentares e também de recursos próprios do Governo.

Estão previstas reformas, melhorias, reestruturação e ampliação de setores de oito unidades em todo o estado, são elas: Hospital Walfredo Gurgel, Hospital Dr. José Pedro Bezerra (Santa Catarina), Hospital Regional Tarcísio Maia, Laboratório Regional de Mossoró (Larem), Hospital Regional Do Seridó, Hospital Alfredo Mesquita, Hospital Giselda Trigueiro, Hospital Regional Dr. Mariano Coelho. Além disso, estão sendo encaminhadas a construção da Policlínica de Canguaretama e da sede do Serviço de Verificação de Óbito (SVO).

“É uma satisfação enorme poder dar prosseguimento a projetos tão importantes. Tenho a certeza que essas obras beneficiarão muito toda a população do Rio Grande do Norte e representam um legado do Governo da professora Fátima Bezerra”, afirmou o Secretário da Infraestrutura Gustavo Coelho.

Todas as obras terão início ainda este ano, com previsão de conclusão para o ano que vem. Os editais referentes ao Larem, SVO, Policlínica de Canguaretama e Hospital Walfredo Gurgel receberam as propostas das empresas nos dias 19, 25, 26 e 27 de abril, respectivamente. Às empresas que desejarem concorrer nos demais editais de licitação, a documentação e as propostas serão recebidas entre os dias 2 e 11 de maio.

É possível acessar as informações dos editais no site do SIN

[ http://www.sin.rn.gov.br/Conteudo.asp?TRAN=ITEM&TARG=304352&ACT=&PAGE=&PARM=&LBL=NOT%CDCIA ] ou ainda através do Diário Oficial do Estado. O edital, seus anexos e mais informações poderão ser solicitados através do [email protected]

Serviços previstos nas unidades que serão reformadas

Policlínica de Canguaretama: construção a partir da reforma do antigo Hospital Regional de Canguaretama, com ampliação do edifício.
Hospital Walfredo Gurgel: reforma do 2º e 3º pavimentos do Bloco B, reforma elétrica, reforma do Centro de Tratamento de Queimados, ampliação e melhoria do Centro Cirúrgico.
Hospital Dr. José Pedro Bezerra (Santa Catarina): ampliação do Pronto-socorro cirúrgico, da farmácia e da lavanderia; reforma do Pronto-Socorro, do Setor de Nutrição, da marquise e do castelo d’água.
Hospital Regional Tarcísio Maia: reforma e recuperação do Setor de Urgência e Emergência, da Pediatria, do Centro Cirúrgico, do Centro de Material Esterilizado, da lavanderia e do necrotério; ampliação do setor de Nutrição e Dietética; reforma das instalações elétricas, com a construção de uma nova subestação e instalação de um gerador – o que garantirá autonomia para a unidade.
Laboratório Regional De Mossoró (Larem): reforma das dependências do Laboratório, que é um equipamento de apoio diagnóstico criado para descentralizar os serviços de saúde do estado, oferecendo exames de média e alta complexidade e é referência para 27 municípios da região do Oeste Potiguar.
Hospital Regional do Seridó: ampliação da Clínica Médica e do Centro Cirúrgico; reforma do Laboratório e Lavanderia.
Hospital Alfredo Mesquita: reforma com ampliação da unidade.
Hospital Giselda Trigueiro: reestruturação elétrica e adequação às normas de combate à incêndio.
Hospital Regional Dr. Mariano Coelho: ampliação do Centro Cirúrgico, Ala Obstétrica, Pavilhão de Repouso, Lavanderia; reforma da Pediatria e Clínica Médica (enfermarias), Posto de Enfermagem, área de convivência externa e consultórios de atendimento.
Serviço de Verificação de Óbito: a construção da sede do SVO representa grande relevância para a tomada de decisão das ações para formulação e implantação de políticas públicas de vigilância em saúde.

Recursos utilizados nas obras

A maior parte da verba a ser utilizada nesses projetos, pouco mais de R$38 milhões, é oriunda de emendas parlamentares. A complementação do valor, cerca de R$10 milhões, está sendo garantida com recursos próprios do Governo do Estado.

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

ÚLTIMAS NOTÍCIAS