27.3 C
Mossoró
segunda-feira, 23 de maio, 2022
Por Vonúvio Praxedes

CAERN cobra “condicionantes” para viabilidade de grandes empreendimentos, diz Jorge do Rosário

segunda-feira; 23 maio - 2022

O engenheiro civil Jorge do Rosário com anos de experiência no ramo imobiliário em Mossoró, foi convidado para conceder entrevista nessa quarta-feira (20) ao Meio-dia TCM/ radio 95 FM, sobre sua pré-candidatura a Deputado Estadual pelo partido Avante.

Depois de um questionamento sobre necessidade de investimentos do poder público em infraestrutura, alvarás, licenças e viabilidade para atrair empresas no RN, Jorge disse tem melhorado essa burocracia “cultural”, mas revelou algo muito grave dentro da gestão na CAERN. De acordo com Jorge há anos existe a cobrança de contrapartidas por parte da Companhia de águas e esgotos do RN para “termos de viabilidade” solicitados por grandes empreendimentos imobiliários como os que Jorge constrói em Mossoró.

“Eu vou fazer um prédio por ali no Nova Betânia, aqui pertinho, que é um um investimento de trinta milhões de reais e vai dar emprego, distribuir renda, enfim. Aí a CAERN disse ‘olha mas, pra você fazer esse prédio eu quero que você me dê dois quadros pra eu colocar seja lá onde for’. E um quadro desse custa duzentos mil reais. Isso é real (…) Pra resolver um problema da CAERN que não é nosso”, relatou Jorge.

Citou ainda: “A questão é que a CAERN por não ter capacidade de investimento as vezes quer negar o termo de viabilidade e isso impede que o investimento aconteça e eu quero lembrar que esse investimento que não acontece são vagas de trabalho e renda que deixam de existir. E a CAERN ou nega ou coloca condicionantes que as vezes inviabilizam o negócio”.

Ouça um trecho:

Outro lado

Buscamos a CAERN para comentar a fala de Jorge do Rosário. A resposta dada foi a seguinte:

A Caern esclarece que os procedimentos de viabilidade técnica seguem os preceitos legais, observando a regulação do setor realizada, no RN, pela ARSEP.

As solicitações feitas em viabilidade observam a infraestrutura mínima para atendimento de empreendimentos que exigem mudanças técnicas no sistema da Caern.

A Companhia informa ainda que já manteve contato anterior com o empreendedor e esclareceu diversos pontos, inclusive sobre viabilidades emitidas há mais de dez anos. A Caern permanece à disposição para sanar quaisquer outras dúvidas.

Ouça entrevista completa abaixo a partir do minuto 28’42”:

PUBLICIDADEspot_img

Deixe uma resposta

PUBLICIDADE

spot_img

PUBLICIDADE

spot_img

ÚLTIMAS