19 ago 2020

Servidores do RN vão protestar virtualmente em frente à governadoria nesta quinta

Servidores da administração direta do Rio Grande do Norte vão se mobilizar virtualmente em ato na frente da governadoria, no Centro Administrativo, nesta quinta-feira (20/08), a partir das 9h. A manifestação é mais uma cobrança para que o governo divulgue imediatamente um calendário de pagamento das duas folhas salariais em atraso do serviço público, e é organizada pelo Fórum dos Servidores do RN, que integra 11 categorias sindicais.

O ato vai acontecer através de uma plataforma online, onde cada servidor se tornará um avatar manifestando sua insatisfação mesmo sem sair de casa. Após entrar no protesto, cada trabalhador deixará sua mensagem para que todos possam ler e compartilhar sua indignação com o governo do Estado.

Manifestação virtual
A opção por ato remoto se dá pela necessidade de isolamento social em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Todos os sindicatos que representam o Fórum dos Servidores tomaram as medidas necessárias para evitar aglomerações, mesmo em meio a disputas pela classe trabalhadora. Mesmo distantes fisicamente, os servidores do Rio Grande do Norte vão mostrar que estão juntos, conectados e lutando com o mesmo objetivo.

Transmissão em tempo real
A partir das 9h30, a página do Facebook e o canal do Youtube do SINSP vão transmitir ao vivo a manifestação. O Facebook do Fórum dos Servidores também mostrará a presença dos manifestantes em tempo real.

Dívidas com servidores

O Governo do Rio Grande do Norte ainda acumula dívida com os servidores públicos estaduais ativos, aposentados e pensionistas de duas folhas salariais, referentes ao mês de dezembro e 13º de 2018. O valor da dívida é de R$ 636 milhões.

No início da gestão, a governadora Fátima Bezerra prometeu esforços na busca de recursos extras para pagar a dívida, no entanto, quase dois anos depois, não há sequer calendário definido sobre o pagamento dos atrasados e os trabalhadores seguem acumulando dívidas.

O executivo, que assumiu o compromisso de pagar as folhas atrasadas, já está no 20° mês de gestão sem dar resposta aos trabalhadores e trabalhadoras. É preciso que os servidores públicos e toda a sociedade se mobilize para cobrar do Estado o direito a receber com urgência as duas folhas de salário ainda em atraso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *