14 ago 2020

Membro do PT de Caraúbas denuncia perseguição política e critica Governadora Fátima por conivência

O Governo do Estado, por meio da secretaria de administração, publicou a portaria 1597/2020 de 7 de agosto, exonerando o professor Antônio Martins da Silva que estava gerente da Central do cidadão de Caraúbas. O ex-gestor da Central é filiado ao PT indicado do partido.

O ex-vice Prefeito de Caraúbas, Ivanildo Fernandes do PT, publicou em suas redes sociais um texto repudiando a medida tomada pela administração municipal, segundo ele “fruto de uma perseguição política” do Prefeito Juninho Alves (PSDB) junto com outro membro do PT caraubense não citado.

“Seria um ato administrativo normal se o companheiro tivesse cometido alguma falha na sua curta gestão, mas, o motivo da exoneração é tão somente fruto de uma perseguição política do Prefeito de Caraúbas (PSDB) a um Companheiro de militância partidária (PT), pelo fato deste não querer manifestar apoio ao projeto de reeleição do Prefeito do PSDB/DEM”.

Ivanildo ainda defende a posição histórica de Antônio Martins ao lado do Partido dos Trabalhadores:

“O Companheiro Antônio Martins tem uma militância histórica na esquerda brasileira e está sendo vítima de uma perseguição política exatamente por nosso governo ‘de esquerda’ a pedido do PSDB”.

O texto de Ivanildo Fernandes ainda cobra da Governadora Fátima Bezerra uma posição quanto a este fato. “Das duas uma: a companheira Governadora desconhece o histórico desse fato ou está sendo conivente com a perseguição ao companheiro. A história revelará os fatos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *