01 jun 2021

Instrutores de trânsito no RN buscam inclusão de prioridade na vacina Covid, veja motivos

Representando uma classe que ainda não teve nenhuma informação sobre prioridade na vacinação Covid-19 no RN, o instrutor teórico e prático de trânsito Emanuel Almeida da cidade de Caraúbas, enviou ao Deputado Estadual Francisco do PT, ofício solicitando inclusão destes trabalhadores da educação de trânsito na imunização do novo coronavírus.

O Governo do Rio Grande do Norte afirmou que a partir dos próximos lotes de imunizantes que chegarem ao Estado, 10% das doses serão destinadas aos trabalhadores da educação, inicialmente aqueles que atuam em creche e na pré-escola, mas dos públicos relacionados no escalonamento não cita instrutores de trânsito, que também são professores e em atuação presencialmente desde julho do ano passado.

Os instrutores teóricos e práticos de trânsito são credenciados junto ao DETRAN/RN e por enquanto só serão imunizados com início da vacinação da população geral, até então, sem calendário definido.

No RN são algo em torno de 2 mil destes profissionais de trânsito em 110 autoescolas.

Emanuel Almeida durante palestra do Maio Amarelo – foto: cedida

São estas as argumentações apresentadas:

1- A classe de trabalhadores está atuando desde julho de 2020;

2- A Educação de Trânsito tem se tornado um dos principais métodos de ensino para a boa convivência e sociabilidade entre as pessoas;

3- O DETRAN/RN e o Governo do Estado regulamentaram a “CNH POPULAR” e para que os contemplados possam dá prosseguimento no programa é necessário que os educadores de trânsito estejam imunizados para exercer sua função com segurança;

4- Durante as aulas, o contato entre alunos e Instrutores é inevitável visto que cada professor cumpre uma carga horária de no mínimo 8 horas/aulas diárias e neste meio tempo recebem alunos das mais diversas regiões, provocando assim contato entre os profissionais e alunos, gerando contaminação;

5- Embora medidas de proteção, como o uso de álcool, cortina de proteção e higienização nos veículos ocorra, não é possível ensinar sem que se tenha contatos físicos entre instrutor e aluno, por exemplo, quando um aluno perde o controle do veículo e o instrutor precisa retomar a direção do veículo para evitar o acidente.

Leia documento na íntegra:

OFÍCIO VACINAÇÃO INSTRUTORES TRÂNSITO RN

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *