21 nov 2018

Cirurgias eletivas não estão sendo realizadas em Mossoró

Via blog Carol Ribeiro

Entre 150 e 170 cirurgias eletivas de média complexidade estão paralisadas em Mossoró mensalmente. A redução nos procedimentos teve início esta semana.

As complementações não estão sendo repassadas pelo Governo do RN e pela Prefeitura de Mossoró desde janeiro. O valor total chega a R$ 11 milhões de reais, referentes à complementação de cirurgias e leitos de UTI. Desses repasses, 60% são de responsabilidade do estado e 40% da prefeitura.

Foram suspensas as atividades de cinco equipes de cirurgias: cardíacas, ortopédicas, angioplastia e cateterismo eletivo.

A suspensão não atinge os procedimentos oncológicos, considerados de alta complexidade.

NOTA DO DIÁRIO

As cirurgias citadas são realizadas no hospital Wilson Rosado.

Não tem cabimento um serviço público que salva vidas ficar sem ser realizado. Pessoas podem morrer por causa desta irresponsabilidade.

Aguardamos posicionamento do Governo do RN e prefeitura de Mossoró.

Siga nosso twitter: @PoliticoDiario

E-mail: contato.DiarioPolitico.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *