14 nov 2018

[Vídeo] “Falar em municipalizar maternidade Almeida Castro é absurdo” afirma conselheiro do CRM/RN

Durante entrevista ao programa Cenário Político/TCM telecom na terça-feira 13/11, Doutor Manoel Nobre, delegado e conselheiro do CRM/RN – Conselho Regional de Medicina – perguntado por um telespectador sobre a possibilidade de municipalização do Hospital Maternidade Almeida Castro, Ele foi enfático: “É a coisa mais absurda do mundo. Quando a maternidade estava fechada, porque a prefeitura ou a secretaria municipal de Saúde não fizeram isso?”

O médico continuou a fala alertando com novo questionamento: “Hoje quando a maternidade gera recursos, faz uma assistência boa a gente vai municipalizar? A prefeitura não tem condições de administrar uma UPA [Unidade de pronto atendimento] vai saber administrar um hospital? Eu vejo isso como um retrocesso”.

Dr. Manoel Nobre convidou a Prefeita Rosalba e o secretário municipal de Saúde a visitarem as instalações do Hospital Maternidade. “Nunca nos visitaram. Não conhecem nosso serviço de excelência”, disse.

Confira parte da entrevista:

Assista a entrevista completa AQUI

Mais de 400 funcionários atuam na maternidade que é administrada há 4 anos por uma junta interventora instaurada pela justiça Federal devido vários processos. Cerca de 20 partos são realizados diariamente, além de cirurgias eletivas.

ENTENDA A POLÊMICA

A justiça Federal fez bloqueio das contas da Prefeitura de Mossoró pela 15° vez. Confira AQUI.

O Hospital Maternidade Almeida Castro publicou relatório com prestação de contas dos serviços SUS. Veja AQUI.

Uma verdadeira disputa de notas encaminhadas a imprensa entre Prefeitura x HMAC sobre essas finanças você vê AQUI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *