25 jun 2019

Supremo decide manter Lula preso

Folha de São Paulo/Reynaldo Turollo Jr.Thais Arbex

BRASÍLIA

A Segunda Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu nesta terça-feira (25/06) negar o pedido de soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, 73, preso desde abril de 2018 após ser condenado por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP).

Por 3 a 2, a proposta do ministro Gilmar Mendes, de soltar o ex-presidente imediatamente, foi derrotada. O Supremo deve voltar a analisar o caso no segundo semestre.

Edson Fachin, Celso de Mello e Cármen Lúcia votaram contra a soltura imediata de Lula. Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski votaram a favor.

A decisão foi tomada após recurso da defesa do petista, que alegou falta de imparcialidade do ex-juiz Sergio Moro, que condenou o petista e é atual ministro da Justiça de Jair Bolsonaro (PSL).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *