14 nov 2017

Sindicato vai pedir bloqueio de contas da Prefeitura de Mossoró para pagamento de reajuste salarial.

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró realizou na manhã desta terça-feira (14/11) uma assembleia geral para repassar as informações sobre a audiência realizada com a equipe econômica da Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM) na sexta-feira (10/11).
Sem apresentar uma previsão para o reajuste salarial 2017 e também para o pagamento dos salários de dezembro de 2016 e 13º daquele ano, os servidores deliberaram por pedir nos próximos dias junto à Justiça, o bloqueio de contas da PMM para garantir o acordo firmado entre o Executivo e o Sindiserpum.

Assembleia em frente a sede do sindicato. Foto: Sindiserpum

Será ainda comunicado ao juiz Pedro Cordeiro Júnior que a audiência realizada pela Prefeitura por sua orientação, foi apenas “proforma”, ou seja, não houve qualquer interesse por parte da gestão em definir o projeto de Lei que garante o reajuste dos servidores para ano de 2017. A primeira vez que isto ocorre em três décadas. O Sindiserpum pedirá então ao magistrado que marque uma nova audiência judicial com a presença da Promotoria de Justiça para que se possa garantir este direito aos servidores.
Uma assembleia será realizada no próximo dia 23 de novembro, às 7h30 no sede do Sindiserpum. Logo após os servidores sairão em caminhada pelas ruas do centro de Mossoró denunciando à população os descasos da gestão Rosalba Ciarline, a falta de condições de trabalho, a insegurança, cobrando o reajuste salarial 2017 e o pagamento das pendências de 2016.

Fonte: Assessoria Sindiserpum 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *