26 nov 2019

Servidores da UFERSA em greve

Servidores técnicos de educação superior da UFERSA confirmaram adesão a greve de dois dias. O sindicato segue orientação da Fasubra Sindical. Esse movimento faz parte de uma mobilização nacional “contra as reformas do governo e o desmonte do Estado”. Confira notícia na íntegra publicada no site do Sintest/RN.

Servidores da UFERSA aprovam Greve Nacional de 48h

Após a aprovação da PEC da reforma da Previdência e dos sucessivos ataques à educação, o governo novamente foca nos trabalhadores, em especial nos servidores públicos, e envia mais um pacote de maldades ao Congresso Nacional com três Propostas de Emenda à Constituição (PEC). Com isso, os servidores técnico-administrativos de todo o Brasil devem paralisar suas atividades nos dias 26 e 27 de novembro, contra as reformas do governo e o desmonte do Estado.

Em Mossoró, os técnico-administrativos da UFERSA aprovaram em assembleia a adesão à Greve Nacional de 48 horas. A categoria se reuniu no centro de convivência da universidade, onde puderam também dialogar acerca da conjuntura política do Brasil, bem como os ataques que o serviço e a educação pública vêm sofrendo.

“A gente tem essa responsabilidade de dizer ao nosso colega o quanto essa PEC é prejudicial para os servidores”, destacou Janaína Holanda, servidora campus Mossoró.

“Na última assembleia, eu defendi que a gente não deveria paralisar as atividades devido a pouca adesão dos servidores a assembleia, mas hoje nós estamos numa situação diferente. Paralisar não é uma opção, mas um dever”, Jefferson Santos, servidor campus Caraúbas.

Como atividade da paralisação, a coordenação convoca os servidores a participarem da assembleia de finalização do CONSINTEST que acontece no próximo dia 27 em Natal. Os servidores devem informar interesse a secretaria para que seja organizado alimentação e transporte.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *