20 dez 2018

Servidores da segurança no RN suspendem “aquartelamento” com promessa de 13°

Pelo menos até dia 28 de dezembro não haverá paralisação ou aquartelamento dos agentes de segurança do RN com relação a reivindicação de pagamento dos salários em atraso.

Em audiência entre representantes do Governo do Estado e presidentes de associações e sindicatos de Policiais Militares e Bombeiros Militares do Rio Grande do Norte, que aconteceu no início da noite de hoje (20/12), ficou definido pagamento do 13° salário no dia 28, mas referente apenas ao ano de 2017. O servidor Estadual que recebe acima de 5 mil reais ainda está sem este benefício salarial.

Tony Fernandes (foto), presidente da Associação de Praças da Polícia Militar de Mossoró e região oeste afirma que poderá haver ‘operação padrão’ nos quartéis do Estado se a promessa não for cumprida ou se os policiais não receberem os salários em dia durante o Governo de Fátima Bezerra.

Crise

Tony disse ainda que espera melhoria na segurança pública do RN, mesmo diante das dificuldades financeiras do Estado. Durante entrevista ao programa Cenário Político/TCM telecom nesta quinta-feira, 20/12, o presidente da APRAM cobrou responsabilidade dos poderes legislativo e judiciário do RN que não sofrem com falta de dinheiro para pagar salários de seis servidores.

“Fátima sabia, antes de ser eleita, as dificuldades que iria enfrentar sobre a falta de recursos e de melhorias cobradas na segurança pública do Estado”, disse Tony.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *