05 fev 2020

Reforma Previdenciária: calculadora simula impacto real para o servidor do Estado

 

O Governo do Estado lançou nesta semana um instrumento para servidores estaduais, aposentados e pensionistas avaliarem o real impacto da proposta de reforma previdenciária no contracheque. Denominada Previdência Sustentável, a calculadora simula com exatidão o valor que será descontado do pagamento mensal e também a alíquota real aplicada em casos de faixas salariais em que incidem várias alíquotas.

De acordo com o executivo, a ferramenta faz parte das estratégias do Governo do RN para dar transparência ao processo de discussão da reforma e deixar o funcionalismo público estadual devidamente esclarecido do real efeito da proposta de reforma da previdência estadual. A calculadora pode ser acessada através do link: http://previdenciasustentavel.rn.gov.br/.

Cálculo de faixas salariais

A calculadora facilita o entendimento principalmente nos casos de faixas salariais em que incidem mais de uma alíquota, apontando o percentual efetivo de desconto. Um servidor da ativa que ganha R$ 11 mil, teria a incidência de quatro alíquotas (12%, 14%, 16,5% e 18,5%). A plataforma calcula exatamente o real impacto no contracheque, que, neste exemplo, é de 15%.

Com a ferramenta, além de simular o impacto da proposta de nova contribuição previdenciária nos contracheques dos servidores ativos e inativos, é possível constatar os novos valores de recolhimento do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), que tem sua base de cálculo reduzida como consequência do aumento da contribuição previdenciária. Fazendo um cálculo com quem ganha atualmente R$ 3 mil, por exemplo, há uma redução. É recolhido do salário mensal o valor de R$ 57,45 para o imposto de renda. Com a nova contribuição, esse recolhimento é reduzido para R$ 54,45.

Nota do Diário Político

O Governo dá um passo importante, porém tardiamente. Ora, esse tipo de informação deve ser repassada no início dos debates, afim de esclarecer o mais rápido possível e evitar protestos como os que a gente tem acompanhado. Fátima precisa acelerar sua caminhada para não perder a corrida para seu desgaste.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *