19 nov 2020

Prefeitura de Mossoró quer saber quem são supostos policiais que abordaram arquivista

A Prefeitura de Mossoró, representada pela Procuradoria do Município, lavrou boletim de ocorrência para apurar as circunstâncias que levaram a falsa comunicação de crime envolvendo a servidora Nadjara Dias Bezerra, arquivista, VER AQUI.

De acordo com a procuradora Karina Ferreira, está sendo encaminhado um ofício à Secretaria Estadual de Segurança, para providências sobre a identificação de homens armados, que disseram ser policiais militares e seguiram a servidora, realizando posteriormente a condução coercitiva.

“Com o encaminhamento, vamos apurar as circunstâncias da denúncia e identificar quem eram esses policiais, que estariam à paisana, seguindo uma servidora durante a simples transferência de arquivos”, explica.

Polêmica

A Prefeitura já foi explicou que a transferência era de documentos como memorandos e ofícios, a maioria de anos anteriores, cujo repasse para o Arquivo Central faz parte de rotina comum à atividade administrativa. Como não há veículo disponível exclusivo para esse translado, muitas vezes ele ocorre em carros particulares dos servidores.

O horário extrapolou o prazo de expediente, mas vinha ocorrendo durante todo o dia, aproveitando a liberação de espaço no local destinado para recebimento do arquivo.

O delegado de plantão, Roberto Moura, que recebeu a denúncia, ratificou que não havia irregularidade na transferência do arquivo e encerrou o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *