13 nov 2018

[Opinião] Ninguém quer uma Fátima de estimação, queremos uma Governadora de ação

Além das notícias factuais traremos no Diário Político nossa análise da cena política tanto do RN quanto do País. Confira nossa primeira coluna:

QUESTÃO DE OPINIÃO n°1

É preciso mais ação

A senadora Fátima Bezerra fez uma campanha dentro de uma margem confortável de confiança. Caiu no gosto popular e apesar dos ataques adversários e da ascensão do Bolsonarismo no país e aqui no RN, Ela pouco sofreu devido estes fatores. Ouso dizer que até o antipetismo – determinante em nível Nacional – aqui no RN votou na candidata petista.

A então candidata não se comprometeu diretamente com nenhuma área em específico. Não caiu no erro de Robinson ao afirmar que seria “o Governador da segurança”. Fátima não se prendeu a discursos fáceis e de forte impacto na propaganda eleitoral no rádio e TV. Deixou as falas mais duras e respostas ácidas, das críticas sofridas, para as participações nos debates televisivos. Que por sinal foram poucos.

Eleita com maioria considerável e principalmente com a força do interior Potiguar, Fátima tem feito uma transição muito aquém do esperado. Divulgou nomes de duas dezenas de “especialistas” e agora, duas semanas depois, ainda não falou absolutamente nada de soluções práticas a respeito das demandas confiadas a ela pelos eleitores. O trabalho de transição de Governo não é fácil e deve ter foco e a ação. Ora, Fátima foi participar de evento denominado “Parlasul – Parlamento do Mercosul”(!!!) Ela vai ser Governadora do Rio Grande do Norte. Em nível federal Bolsonaro já divulgou nomes de Ministérios importantes. O juiz Sérgio Moro deu caráter de pulso firme contra a corrupção. Aqui no RN não se tem, por exemplo, a pessoa que vai agir na recuperação fiscal do Estado.

Reuniões estão acontecendo com presença da futura Governadora com entidades sociais, de servidores e jurídicas, mas a inércia quanto a ações ou pelo menos apontamentos de possíveis ações, simplesmente inexistem. Se é cedo? Não acho! Afirmo com certeza que a agilidade de agora vai fazer a diferença. Sabe por que? É o que servidor vai querer receber o salário de janeiro dentro do mês trabalhado.

Siga twitter: @Diario.Politico

E-mail: contato.DiarioPolitico@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *