05 jul 2021

Juíza eleitoral julga improcedentes pedidos de Rosalba para cassar Allyson

Via blog Carlos Santos

A juíza titular da 33ª Zona Eleitoral (Mossoró), Giulliana Silviera de Souza, julgou “improcedentes” pedidos da ex-prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e da Coligação Força do Povo, para cassações dos diplomas e decretação das inelegibilidades por oito anos, do prefeito eleito Allyson Bezerra (Solidariedade) e do seu vice Fernandinho Melo (PSD), o “Fernandinho das Padarias”.

É outra derrotada sofrida pela prefeita e seu grupo no campo judicial, além do eleitoral. “À luz do exposto, e em conformidade com os fatos e fundamentos jurídicos citados ao longo da presente decisão, JULGO IMPROCEDENTES os pedidos apresentados na presente demanda, nos termos do art. 487, I, do Código de Processo Civil. No caso da eventual apresentação de recurso em face desta decisão, retornem os autos conclusos. Transitada em julgada a presente sentença, arquivem-se os autos”, asseverou a magistrada.

Rosalba e sua coligação, derrotadas nas eleições de 15 de novembro do ano passado, quando ela tentava a reeleição e era classificada por muitos como “imbatível”, protocolaram uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) vista até como caricata por setores judiciais. Tipo, se colar, colou. Segundo a narrativa dos autos, “um café da manhã servido em mesa farta de comidas e bebidas, na tentativa de atrair e aliciar eleitores”, teria concorrido para desequilíbrio da disputa em favor da chapa vencedora.

MPE

O café da manhã foi oferecido pelo ex-vereador Ediondas Duarte, o “Edinho dos Rolamentos”, em sua própria casa, tendo os dois candidatos sido convidados. O próprio Ministério Público Eleitoral (MPE) não se inclinou à aceitação da narrativa de Rosalba e sua coligação. Deu parecer favorável favorável a Allyson e Fernandinho – “por não haver vislumbrado gravidade na conduta praticada, tampouco dolo específico na distribuição de alimentos e bebidas ocorrida, pelo julgamento improcedente dos pedidos”.

Nas eleições de 15 de novembro de 2020, Allyson e Fernandinho venceram Rosalba e Jorge do Rosário (PL) com 65.297 votos (47,52%), contra 59.034 (42,96%) dos adversários. O resultado final apontou maioria de 6.263 votos, ou seja, 4,56 pontos percentuais.

Allyson Bezerra e Rosalba Ciarlini – foto: internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *