09 jan 2019

Governo Fátima enfrenta mobilização de servidores da saúde em Mossoró e Natal

Por causa de salários atrasados e da proposta do Governo estadual de fatiar em 2 vezes os pagamentos a partir de janeiro, sem perspectiva do restante de 2017 e 2018, servidores da saúde vão realizar paralisação esta semana. O movimento começa pelo hospital Walfredo Gurgel em Natal na quinta-feira, dia 10 e na sexta-feira dia 11 no hospital regional Tarcísio Maia em Mossoró.

O fórum dos servidores entregou na noite dessa terça-feira, 08/01, contraproposta sobre o parcelamento dos salários. Veja reportagem clicando AQUI.

Confira abaixo a convocação feita pelo Sindsaúde/RN para sexta-feira, dia 11/01. A mobilização é denomina apagão do HRTM.

O funcionalismo público está revoltado com os atrasos nos salários. Entra governo, sai governo, e as dívidas se acumulam e a solução não se anuncia. Fátima (PT) disse que se entrasse no governo, pagaria o funcionalismo público que trabalhou em prol do Rio Grande do Norte e merece receber seus salários. Porém, em seu pronunciamento, não demonstrou qualquer solução.

Inicialmente a reunião tinha sido convocada para discutir sobre o atraso salarial que acompanha os servidores públicos do Rio Grande do Norte desde 2017. O Governo do estado deve aproximadamente 1 bilhão de reais, só em atraso salarial, e ainda não definiu data para o pagamento do débito.

Enquanto isso, os servidores públicos estão enfrentando muitos problemas pela falta de salário, o Governo deve aos servidores o restante do pagamento do 13° salário de 2017 e da folha de novembro para quem ganha acima de 5 mil reais, e também o 13° salário de 2018, e a folha de dezembro para todos os servidores públicos estaduais.Não temos outra alternativa, temos que lutar.

O Sindsaúde/RN é contra a proposta dos 30% e do parcelamento de salários apresentada pelo governo Fátima, e por isso estamos anunciando para o dia 10 vai ser o dia do Apagão no Hospital Walfredo Gurgel, e na sexta dia 11 profissionais da saúde do Tarcísio Maia e de toda Mossoró se preparam para paralisar suas atividades. O Apagão do HRTM será na sexta dia 11, a partir das 07h, com atividades ao ar livre e muita indignação das servidoras e servidores, que estão acumulando dívida e passando dificuldades por não receber de maneira justa pelo que efetivamente trabalharam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *