08 out 2019

Ex-empregados da Porcellanati vão cobrar sua falência

Via blog Carlos Santos

Ex-empregados da Porcellanati Revestimentos Cerâmicos Ltda. (Grupo Itagrês) vão realizar assembleia geral na próxima quinta-feira (10/10), às 19h. Eles querem que Justiça decrete judicialmente a falência da empresa, para pagamento de seus compromissos trabalhistas com cerca de 151 trabalhadores.

Ex-empregados já fizeram vários protestos. A assembleia acontecerá num estacionamento de veículos ao lado da Capela de São Vicente, centro da cidade.O grupo devedor, que passou a adotar as denominações de TB Nordeste Indústria e Comércio de Revestimentos S/A e TB Sul Indústria e Comércio de Revestimentos S/A, respectivamente em Mossoró e Santa Catarina, entrou com pedido de recuperação judicial em 2017.

O acordo apontava que o pagamento aos ex-empregados aconteceria em até 12 meses, período que se encerra no próximo dia 17.Numa decretação da falência, a liquidação do patrimônio do devedor atende o crédito trabalhista como classificação prioritária.

Estelionato

Vale ser lembrado, que ano passado, em pleno período eleitoral, a Prefeitura Municipal de Mossoró “atravessou” esse enredo e produziu o cadastramento de mais de 2,4 mil pessoas à revelia da Porcellanati, assegurando que pelo menos 500 empregos diretos e indiretos seriam possíveis com reabertura da fábrica.

O estelionato político-eleitoral se consumou.Paralelamente, o acordo firmado com a empresa e empregados em Tubarão e Mossoró ganha dimensão de calote. Mais um. Em Mossoró, a Porcellanati deixou um rastro de credores ao encerrar atividades em abril de 2014, após reabertura em 2009.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *