04 out 2021

Efeito Isolda movimenta sonhos na Câmara de Mossoró

Em 2018 Isolda Dantas, então vereadora neófita de Mossoró, candidatou-se a deputada Estadual e conseguiu eleger-se com 32.963 votos. Foi uma votação expressiva, visto que o seu colega partido eleito Francisco do PT obteve 23.448 votos e o outro deputado de Mossoró eleito Allyson Bezerra (SD) contou com 20.228 votos. Isolda quebrou um jejum de 26 anos que foi o tempo onde nenhum outro vereador mossoroense conseguia subir ao posto de Deputado Estadual.

Isolda colou em Fátima Bezerra (PT) – candidata ao Governo do Estado – e sua estratégia envolvendo linguagem jovem de campanha, aproximando petistas desanimados e desacreditados, assim como o positivismo de seu mandato de parlamentar em Mossoró fizeram sua imagem crescer e se espalhar. Diferente do que alguns pensam, não foi algo sem planejamento, nem mesmo sua candidatura a Prefeitura de Mossoró em 2020, mas aí já é outra história.

A atual legislatura da Câmara de Mossoró vendo o feito de Isolda em 2018 começa a sonhar com a possibilidade de mais algum parlamentar conseguir uma vaguinha na ALRN. “Deu certo com ela, porque não comigo”, este é o pensamento daqueles que articulam seus nomes para Deputado(a) Estadual.

De fato não é assim tão fácil e nem é assim tão impossível. É preciso muito mais que vontade. O que passa por acordos dentro de seus partidos, apoio de lideranças estaduais e campanha além dos limites geográficos de Mossoró.

Dos 23 vereadores de Mossoró apenas Larissa Rosado (PSDB) tem experiência de Deputada. Os demais que colocam seus nomes estão no primeiro mandato na CMM. Perguntada sobre o “efeito Isolda”, ela respondeu que sua história de lutas remonta a década de 90 quando chegou a Mossoró e atuação principalmente com movimentos sociais.

“Desejo que os vereadores de Mossoró possam ser candidatos. Acho que Mossoró é uma cidade grande, mas uma cidade que reconhece os processos. Não vamos imaginar que o eleitorado de Mossoró basta chegar num estalar de dedos e achar que todo mundo pode virar Deputado Estadual. Não, Mossoró é muito seletiva nisso. E hoje conta com uma única Deputada e por isso que a minha responsabilidade aumenta”, detalhou Isolda em entrevista à Rádio 95 FM.

Na Câmara de Mossoró até agora cerca de oito vereadores estão se posicionando como pré-candidatos à Deputado Estadual ou Câmara Federal.

Deputada Isolda durante pronunciamento na Assembleia Legislativa em 2019 – foto: ALRN

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *