12 dez 2019

Audiência da ALRN destaca importância da regionalização e convocação dos excedentes no concurso da PM

A necessidade da convocação dos excedentes aprovados e a regionalização do curso de formação do concurso público da Polícia Militar do Rio Grande do Norte foram discutidas em audiência pública nessa quarta-feira (11/12), no auditório Dep. Cortez Pereira, na Assembleia Legislativa.

A audiência foi proposta pelo deputado estadual Allyson Bezerra (Solidariedade), que novamente traz o tema do concurso público à tona.

O parlamentar, inicialmente, destacou a importância de discutir o tema e lamentou a ausência de representantes do governo estadual na audiência. Ressaltou que secretários e integrantes da comissão do concurso foram devidamente convidados para o debate.

Allyson defendeu ainda a convocação de representantes do governo para tratar sobre os trâmites para a regionalização e convocação dos excedentes. Na ocasião, também devem participar uma comissão de mulheres aprovadas no certame, integrantes da Frente Parlamentar da Segurança Pública e as deputadas estaduais da Frente Parlamentar da Mulher da Assembleia Legislativa.

“Deixamos claro a necessidade da regionalização do curso de formação principalmente para quem vem do interior, que esses aprovados e futuros policiais possam ficar em sua cidade ou região e defender aquela população”, afirmou.

Cabo Tony Fernandes, presidente da Associação de Praças da PM de Mossoró e Região (APRAM), repudiou a falta de compromisso do governo estadual com o debate e defendeu a regionalização do curso de formação.

“Isso é importante porque o pessoal do interior que vier pra capital vai passar fome. Eu sei disso, porque passei por isso. Quando eu vim pra Natal, passei três, quatro meses sem receber nada”, desabafou o policial.

A aprovada no concurso Deborah Furtado destacou a menor quantidade de vagas disponibilizadas para mulheres no concurso, trazendo dados do Brasil e do Estado.

“Nosso Estado é o pior do Brasil nesse aspecto. Temos apenas 2,3% dos cargos da PM ocupados por mulheres. São 222 policiais femininas para todo o RN. Em Mossoró só existe uma. Em Caicó, não tem nenhuma. Isso é lamentável. E nós temos 220 mulheres excedentes neste concurso, aguardando a oportunidade de começar a proteger nossos cidadãos”, disse.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *